Pular para o conteúdo
No interior

Em operação de Polícia Civil, nove homens são presos por homicídio e tráfico de drogas

Ao todo, oito homens foram presos em Taraucá e um na cidade de Feijó, nesta quarta-feira,5

Dois dos presos são suspeitos pelo homicídio de José Alessandro Brasil, de 22 anos, em agosto de 2021. (Foto: Polícia Civil)

Integrantes de um mesmo grupo criminoso foram presos na manhã desta quarta-feira,5, nas cidades de Tarauacá e Feijó, em operação deflagrada pela Polícia Civil. Dos nove presos, dois são suspeitos investigados pelo crime de homicídio e os outros sete por tráfico de drogas.

Trata-se do homicídio de José Alessandro de Araújo Brasil, de 22 anos, que foi morto a tiros e golpes de faca no início de agosto deste ano, em Tarauacá. Segundo a polícia civil, os dois presos são possíveis executores de Alessandro, que também fazia parte da facção e teria sido morto por um acerto de contas.

A ação policial teve como foco principal neutralizar lideranças da organização criminosa que age na região do Bairro Ipegaconha, bem como em traficantes que realizam o transporte de drogas entre Cruzeiro do Sul e Tarauacá. Em uma das buscas foram encontrados entorpecentes e foi realizada a prisão em flagrante.

“A gente monitora essas movimentaçoes que tem na BR e esses grupos que transportam droga de Cruzeiro do Sul para Tarauacá, tanto para trazerem para cidade quanto para passar a diante. A partir do monitoramento dessas situações surgiram essas pessoas as quais fomos investigando, chegamos nos nome deles e conseguimos fazer a prisão”, explica o delegado Saulo Machado.

Durante a ação policial foram presos F. J.L. S., de 19 anos de idade; R. S.Q, de 27 anos; C. D. F.N. de 23 anos; D. S. C. de 26 anos; D. S. S. de 28 anos; W. B. F. de 27 anos; L. M. S., de 26 anos; R. L. S. de 22 anos e O. M. S. de 23 anos de idade.

A operação foi desencadeada pelas Delegacias de Polícia Civil de Tarauacá, onde foram presos oito homens, e de Feijó, onde um foi preso, e contou com apoio da Polícia Militar nas duas cidades.

A operação foi desencadeada pelas Delegacias de Polícia Civil de Tarauacá e Feijó, e contou com apoio da Polícia Militar nas duas cidades. (Foto: Polícia Civil)

 

Leia também: