Gazetinhas 17/11/2009

* Viva o Barão!
* Nada, não, leitor. O Barão, no caso, é o Barão de Rio Branco que assinou o Tratado de Petrópolis, cuja data se celebra hoje.
* Embora, o feriado tenha sido empurrado para sexta-feira.
* Pelo Tratado, o Acre foi incorporado ao Brasil e os “brasileiros do Acre”, como eram chamados, brasileiros de verdade.
* É verdade também que pelo Tratado, aplicou-se um calote nos hermanos bolivianos, mas culpa deles que nunca se interessaram por esta região.
* Até a chamavam de “tierras no descobiertas”.
* E um dos seus ditadores chegou a trocar um pedaço deste território por um cavalo.
* Fecha o pano.
* Na política local, a caciquia da situação e oposição passou o final de semana em Feijó por conta da nova eleição para prefeito.
* No domingo, o governador Binho Marques recebeu uma comitiva de americanos da Califórnia.
* Mas o governador Arnold Schwarzenegger (Suasnegas), como pronuncia o chargista Dim, não veio.
* Passando por este matutino o jornalista Romerito Aquino, assessor do senador Tião Viana.
* Veio na frente para anunciar que o senador quer estabelecer, em breve, um debate franco com a imprensa sobre as grandes questões do Acre.
* Romerito fez questão de visitar os arquivos deste matutino, do qual foi um bom repórter.
* Peemedebistas fazem a festa hoje para comemorar o aniversário de sua maior liderança, o deputado Flaviano Melo, que faz sessentinha.
* De manhã, com um café no Hotel Pinheiro e à noite deve ter no Chalé.
* Até o meio da tarde, corria tudo bem, dentro da normalidade jurídica e democrática a eleição a nova direção da OAB/AC.
* Só aqui e acolá, ouvia-se o sssssss de alguma cobra criada.
* Com todo respeito, data vênia.
* Impressionante como ainda continua rendendo o caso daquela estudante da Uniban, a Geisy poposuda, que não é Negreiros, é Arruda.
* Até Miguezim da Princesa, famoso cordelista do Ceará, já lhe dedicou alguns versos, como esses repassados pela Sinha-sique, sempre atenta a esses assuntos:
* “Quando Geisy apareceu/balançando o mucumbu/na Faculdade Uniban/foi o maior sururu/Teve reza e ladainha/não sabia que uma calcinha/causava tanto rebu”.
* Outro: “Trajava um mini vestido/Arrochado e cor-de-rosa/Perfumada de extrato/toda ancha e toda prosa/Pensou que estava abafando/e ia ter rapaz gritando/’Arrrocha a tampa, gostosa!”.
* Passando por este matutino os dirigentes do CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola), Sérgio Alencar da Silva e Eurivan Pereira de Abreu, na nobre missão de colocar jovens no mercado de trabalho.
* O telefone toca. É um dos 37 querendo saber os resultados do Brasileirão.
* Que Brasileirão? O colunista agora está ligado no Campeonato de Peteca.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation