Acre leva exemplo de política em educação profissional e tecnológica para Fórum Mundial

Instituto Dom Moacyr representa o Estado no encontro que acontece em Brasília com a participação de pessoas de diferentes países

Brasília sedia nesta semana, de segunda à sexta-feira, o Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica. E o Instituto Dom Moacyr está representando o Acre com uma delegação de 45 pessoas, que inclui técnicos, coordenadores dos Centros de Educação Profissional, educandos e o Diretor Presidente da instituição, Irailton Lima.

O tema do evento é Educação, Desenvolvimento e Inclusão e conta com a participação de países como Canadá, Estados Unidos, Espanha, Itália, dentre outros, além do Brasil. O Acre, por meio do Instituto Dom Moacyr, participará de diferentes maneiras:

Atividades Autogestionadas – são atividades propostas pela própria instituição que poderão acontecer em diversos formatos. O IDM apresentará dois trabalhos nesta modalidade: a primeira é uma Mesa de Diálogo e Controvérsias, com o tema “Como o Acre está se preparando para a Integração dos Currículos do Ensino Médio e Educação Profissional”, nesta terça, 24. Aqui a equipe da Gerência Pedagógica e Curricular do Instituto mostra neste painel o caminho percorrido até o momento na construção da proposta curricular do ensino médio integrado à educação profissional.

“Essa é uma oportunidade ímpar porque o Fórum vem acontecer no exato período em que o nosso documento fica pronto; então, diante de tudo que apresentarmos, as críticas, as sugestões que vierem serão avaliadas pela nossa equipe e provavelmente contempladas em nossas propostas. E tudo isso sendo apresentado em primeira mão num Fórum Mundial, nós teremos aí uma possibilidade de melhoria qualitativa sem precedentes”, afirma Paola Cortez, Coordenadora do GT de Integração dos Currículos da Educação Profissional e Ensino Médio.

A segunda atividade é um Seminário no qual será apresentado o PROTEJO (Proteção de Jovens em Território Vulnerável), ligado ao Programa Nacional de Segurança e Inclusão Social (PRONASCI) do Governo Federal, e executado no estado pelo CEP Serviços Campos Pereira com cursos de qualificação profissional destinados a jovens que vivem em situação de risco social, em Rio Branco, Brasiléia e Cruzeiro do Sul.

Outra forma de participação é através de Pôsteres – exposição de trabalhos científicos, relato de projetos ou estudos em andamento. Neste caso o IDM levará quatro apresentações: 1) Integração da Educação Profissional e Ensino Médio – o caminho percorrido; 2) Técnico Educador e 3) Integração Escola-Comunidade: uma troca de saberes, ambos da Escola da Floresta; e 4) Educação Profissional Indígena: como seria esse caminho?

Além disso, o IDM foi convidado para fazer um Relato de Experiência sobre a Integração da Educação Profissional e Ensino Médio na atividade que será conduzida pela UNESCO e o Diretor Presidente do Instituto, Irailton Lima, será o coordenador do primeiro Debate do evento: Educação, mundo do trabalho e desenvolvimento sustentável, com a participação de Maria Ciavatta (Brasil), Alessio Surian (Itália) e Bernard Charlot (França).

“A presença de uma delegação do Acre no Fórum Mundial reforça nossa participação no esforço nacional pela ampliação e fortalecimento da Educação Profissional e Tecnológica. O Fórum é ainda a oportunidade de nossa equipe conhecer o estágio atual da educação profissional no mundo”, explica Irailton Lima, Diretor Presidente do Instituto Dom Moacyr. 
 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Instituto Dom Moacyr

Assuntos desta notícia


Join the Conversation