Mulher engole trouxinhas de cocaína e morre dentro de viatura da polícia

drogaaa
A desempregada Suziane da Silva Oliveira, 32 anos, morreu na noite de terça-feira, 8, após engolir  algumas “trouxinhas de cocaína”.

A mulher foi detida pela Polícia Civil, do município de Capixaba, distante 77 km de Rio Branco. Após ser detida, a mulher foi levada à delegacia daquela cidade e teria confessado a amigos que teria engolido algumas “trouxinhas de cocaína” na tentativa de se livrar do flagrante de tráfico de entorpecentes.

Segundo informações da polícia, a mulher foi levada para a cela da delegacia e recebeu visita de amigos, que levaram refrigerante e salgados para ela se alimentar. Após ter tomado o refrigerante, a mulher começou a passar mal e os policiais realizaram procedimentos de primeiros socorros.

Como o estado da mulher se agravou, o delegado  Reginaldo Mendes determinou que os policiais civis encaminhassem a mulher ao Pronto-Socorro de Rio Branco. Enquanto isso, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi comunicado do ocorrido e enviou paramédicos para interceptar a viatura da polícia que transportava a mulher.

Mas, Suziane não resistiu e morreu dentro da viatura da polícia, na BR-317 a caminho do Pronto-Socorro de Rio Branco.

Segundo informações de João Arruda,  ex-marido de Suziane, a mulher fazia  o tráfico de entorpecentes entre os municípios de Senador Guiomard e Capixaba há algum tempo.

João Arruda contou que a mulher estava desempregada e optou pelo tráfico para conseguir dinheiro. Esse teria sido um dos motivos da separação do casal. Ele disse ainda que advertiu à mulher muitas vezes do risco de ser presa. “Pedi pra ela parar, mas ela não quis me ouvir, infelizmente aconteceu isso”, afirmou.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation