Pular para o conteúdo

Bocalom e Sérgio Barros se reúnem com mais de 200 lideranças dos rios Tejo e Juruá

Bocalom55
Acompanhados da deputada Idalina Onofre – PPS, do vereador do município de Marechal Thaumaturgo, Marcos do Brabo – PMN, do vereador de Porto Walter Alaildo Pinheiro – PSDB, do vereador de Cruzeiro do Sul, Romário Tavares – PSDB e do secretário de Agricultura de Thaumaturgo, Clemisson Oliveira (Queléu), os pré-candidatos pelo PSDB ao Senado da República, Sérgio Barros e ao Governo do Estado, Tião Bocalom, passaram seis dias viajando os rios Tejo e Juruá, fazendo reuniões políticas com as comunidades ribeirinhas. O objetivo foi apresentar, principalmente, o pré-candidato ao Governo Tião Bocalom que ainda não era conhecido na região. Sérgio Barros que já foi deputado federal já tem uma boa memória política nas localidades visitadas, principalmente, por ter sido o mais votado no Vale do Juruá quando foi candidato ao Senado em 2002.

O primeiro rio visitado pela comitiva liderada por Tião Bocalom foi o Tejo, onde foram realizadas reuniões em comunidades como Nova Vida, Foz do Bajé, Prainha e a tão Famosa Restauração, distante de Marechal Thaumaturgo sete horas de viagem de bote.

Tião Bocalom ficou surpreso por ter sido reconhecido por algumas lideranças locais e de muitas já afirmarem ter  defendido seu nome para o Governo do Estado em 2006 por que conheciam seu trabalho em Acrelândia e terem recomendação de parentes e amigos de Rio Branco.

Nas reuniões, Bocalom falou de suas idéias, destacando  a defesa da melhoria de vida do ser humano com incentivo à produção, implantação de indústrias para a geração de emprego e renda, além de investimentos em um sistema de Saúde eficaz, Segurança e Educação. Acompanhado da esposa, professora Beth, que sempre o ajudou em suas administrações no município de Acrelândia, Bocalom disse que o setor social do Estado está abandonado e que o próximo governo precisa resgatar esta área, melhorando e ampliando o Programa Bolsa Família, construindo casas populares, implantando creches em todos os municí-pios, realizando parcerias com os municípios e executando outros projetos e programas em benefício dos mais pobres. “Se o Governo do Estado realizar políticas públicas que incentive a produção e meios de nossa gente ganhar dinheiro, com certeza elas não serão mais humilhadas com a necessidade de estar procurando políticos para pedir remédios e até ajuda financeira para pagar o aluguel de casa ou para comer.

 
O pré candidato ao Senado, o ex-deputado federal Sérgio Barros, defendeu o projeto de Bocalom e pediu às lideranças do Rio Tejo que comecem a discutir os nomes ao Senado da República e que o dele também será colocado porque quer ajudar José Serra a administrar o Brasil e o Acre. Sérgio Barros também ficou surpreso com a receptividade que a comitiva teve na região.

A viagem dos tucanos e parceiros continuou pelo Rio Juruá. Foram visitadas comunidades como Tapauana, Bioforte, Cachoeira e Foz do Breu. Em todas foram encontrados os mesmos problemas de falta de saúde, educação e principalmente apoio à produção.
A comitiva seguiu viagem  rumo ao município de Porto Walter. (Assessoria)