Policiais do Proerd participam de qualificação

O efetivo da Polícia Militar que atua no Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) encerrou nesta quinta-feira as aulas de nivelamento de conhecimentos. Iniciado em 1999, o programa nasceu com a proposta de realizar nas escolas um trabalho preventivo de combate ao uso de drogas e à violência. Participam da formação alunos do 5° ano (antiga 4ª série) e os do 7° ano de escolas públicas e privadas.

proerd_2

Durante os 10 encontros, realizados ao longo de um semestre, os alunos recebem noções de prevenção ao uso de drogas a partir de conhecimentos sobre a tomada de decisões, estabelecimento de valores, resoluções de problemas e estilo de vida positivo. Os policiais atuam ainda na mediação de conflitos. “Nosso foco é a prevenção. Nos encontros mostramos a necessidade da tomada de decisão e da definição de planejamento”, ressaltou o coordenador pedagógico do Proerd, José Adriano da Silva.

A eficiência do programa pode ser comprovada a partir dos resultados obtidos com a pesquisa realizada entre os alunos. Os índices revelam que entre os jovens que participaram dos encontros informativos 91% não se envolveram em situações de violência, e não usam drogas lícitas ou ilícitas.

“O índice de violência é quase zero e a utilização de drogas é mínima. Os números comprovam a eficácia do programa. Agora precisamos investir na formação de mais policiais para ampliar nossa área de atuação”, disse o aluno sargento Reginâmio Bonifácio.

Para a diretora da escola Berta Vieira, Nazinha Arruda, o trabalho de parceria desenvolvido entre as escolas e as polícias traduzem a importância da prevenção. “Acompanhamos de perto nossos alunos, oferecendo informações e alternativas para que eles não se envolvam em situações de violência”. (Agência de Notícias do Acre)

proerd_4 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation