Polícia prende Jonas Santos, o terror da Baixada da Habitasa

A Polícia Civil prendeu na manhã desta terça-feira, 09,  Jonas Santos da Silva, 19 anos, acusado de expulsar família de bairro, atear fogo na casa e matar um jovem á tiros no bairro Baixada da Habitasa.

terror

Ele foi preso pela equipe do delegado Leonardo Alvarenga em um Centro de Recuperação para dependentes químicos no bairro Vila Acre.

No dia primeiro deste mês, Jonas expulsou uma família do bairro e ateou fogo na casa para impossibilitar que a família retornasse.

Na noite de ontem, ele matou com cinco tiros o jovem Geronias Souza do Nascimento, 23 anos.

O crime aconteceu na Rua São Raimundo, bairro Baixada da Habitasa, na frente de várias testemunhas, inclusive crianças que brincavam na rua.

Jonas fugiu para um centro de recuperação para dependentes químicos

Segundo informações da Polícia, Jonas após cometer o crime ligou para um Centro de Recuperação para Dependentes Químicos, no bairro Vila Acre onde informou que era dependente e desejava ficar internado para tratamento.

Sem saber que Jonas teria assassinado uma pessoa, a direção do centro o acolheu. Na manhã desta terça-feira, 09, agentes da Polícia Civil, comandados pelo delegado Leonardo Alvarenga prenderam Jonas que foi encaminhado a delegacia da 1ª Regional.

Acusado confessa crimes e afirma que não está arrependido

Na delegacia, Jonas Santos, confessou que ateou fogo em casa e expulsou família do bairro, por que a proprietária da casa era “dedo duro” e teria o denunciado a polícia.

Sobre a morte de Geronias, o acusado respondeu que não estava arrependido. ”Aquele safado tentou atravessar minha gata, teve o que merecia”,  se referindo que a vítima, supostamente teria tentando ficar com uma namorada de Jonas.

O acusado negou que tenha ido para o centro de recuperação para fugir da polícia. Ele alegou que procurou o centro por que estava cansado da vida do crime.

Mas, fez questão de reafirmar que não estava arrependido de nada. ”Toquei fogo na casa para aquela safada não voltar pra lá, ela estava atravessando meu caminho, me denunciando para a polícia. E aquele gaiato tentou ficar com minha gata, atravessou meu caminho é morte na certa” declarou Jonas.

terror1

terror2
Jonas diz que não sente nenhum remorso pelos seus crimes

terror3
Geronias Souza do Nascimento, assassinado ontem por Jonas

terror4

terror7

terror5
A casa incendiada por Jonas

Assuntos desta notícia


Join the Conversation