Angelim se reúne com Fernando Melo e visita ministérios em Brasília

Brasília – O prefeito de Rio Branco, Raimundo Angelim (PT) reuniu-se ontem com o coordenador da bancada federal acreana, deputado Fernando Melo (PT-AC), para prestar contas da aplicação dos recursos de emendas individuais ao Orçamento geral da União (OGU). O volume de recursos indicados por Melo para Rio Branco ultrapassa R$ 4 milhões.
Visita-angelim-10-03
Angelim e a secretária de Planejamento, Janete Souza, programaram outras visitas. Foram aos ministérios que destinarão verbas ao município, a fim de pleitear a imediata liberação de recursos pendentes.

“O prefeito fez um balanço da aplicação das emendas, conversou assuntos políticos e demonstrou a importância do setor produtivo acreano”, disse Melo. O deputado relatou-lhe a visita de seis dias que fez a comunidades extrativistas e de pequenos produtores rurais, ao longo da bacia hidrográfica do Riozinho do Rôla.

Dos exercícios financeiros de 2008 e 2009, a Prefeitura de Rio Branco obteve R$ 1 milhão para a Secretaria Municipal de Agricultura e Floresta; R$ 400 mil para o projeto-piloto da captação de águas subterrâneas do Aqüífero Rio Branco; R$ 600 mil para a construção do Centro de Referência de Economia Solidária; e R$ 600 mil para a construção da Escola Municipal Raimundo Irineu Serra, situada em área de preservação ambiental.

Outros R$ 500 mil destinados à agricultura familiar estão consignados no OGU para 2010. Para a aquisição de equipamentos e melhora do setor produtivo, a prefeitura deverá obter, também este ano, R$ 2 milhões pleiteados por Melo ao Programa Calha Norte, do Ministério da Defesa.

De acordo com a secretária Janete Souza, Rio Branco possui 17 projetos de assentamento fundiário, com 5,9 mil famílias distribuídas numa área de 408,5 hectares. Desse total, sete projetos são pólos agroflorestais que beneficiam diretamente 249 famílias. Outras áreas beneficiadas situam-se nas margens dos rios Acre e Andirá, e da bacia hidrográfica do Riozinho do Rôla, numa extensão de mais de mil quilômetros.

Os recursos atenderão à necessidade da criação de um grupo de assistência técnica e extensão agroflorestal municipal para atuar no acompanhamento e assistência às famílias de agricultores. (Ascom PMRB)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation