Marina minimiza crescimento de Dilma em pesquisa

Depois de uma maratona de entrevistas em programas de TV, a fim de consolidar sua imagem de candidata à Presidência, a senadora Marina Silva (PV) partiu para extensa agenda no Rio de Janeiro, que começou ontem e vai até domingo, incluindo um evento partidário marcado para amanhã. Pouco antes de seu primeiro evento, um debate sobre o setor energético, ela desdenhou dos índices apresentados pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), nas pesquisas à Presidência da República. Para Marina, o crescimento da petista ocorreu pelo esforço de quase três anos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para construir a candidatura dela. Na última pesquisa Datafolha, divulgada no dia 28, Dilma aparecia com 28% das intenções de voto, apenas quatro pontos porcentuais atrás do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), que tinha 32%. Marina ficou com 8%, de acordo com o instituto. 

minimiza

(O Estado de S. Paulo)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation