Gazetinhas 09/04/2010

* Passando aqui nos altos deste matutino o senador Tião Viana, pré-candidato a governador da Frente Popular.

* Está um vulcão de idéias e projetos.

* Fala muito, mas também quer ouvir muito.

* Acha que tanto a FPA como a oposição no Acre amadureceram e já têm condições de fazer uma campanha de bom nível.

* Como admite que seu partido, o PT, precisa resgatar os princípios da ética na política e na administração pública.

* Pintinho e Bocalom se preparem, portanto, para o debate porque o senador está zen e afiado.

* Vai até pra China nos próximos dias.

* Ele mesmo diz que não é um ecologista, um “verde”, mas admite que a opção pelo desenvolvimento sustentável tornou-se um imperativo para todos – até para os pecuaristas.

* Contudo, esta opção não impede que o Acre alcance sua independência econômica com outros projetos nos setores da indústria e comércio.

* Até com a exploração de gás e petróleo, sem afetar as populações tradicionais – índios e seringueiros (ver matéria sobre a visita na pág.7).

* O telefone toca. É Hilário Júnior, filho do delegado Wilpídio Hilário, que morreu na terça-feira.

* Emocionado, Hilário Junior diz que agradece deputados e amigos que querem prestar homenagens póstumas a seu pai.

* Porém, a família prefere reverenciá-lo em silêncio, já que não foi reconhecido em vida.

* Como também fez questão de esclarecer que seu pai não morreu abandonado.

* Ao contrário, foi assistido em todos os instantes pelos familiares e amigos.

* Lembra que seu pai foi policial por 50 anos e delegado durante 27, sem receber nenhuma re-preensão ou inquérito, desenvolvendo suas funções com competência e sacrifícios.

* Várias vezes, fez diligências pelos locais mais inóspitos a pé.

* E quando ainda não se falava em direitos humanos, em muitos casos nem algemas usava.

* Dizia para o infrator ir na frente e apresentar-se na delegacia, onde seria ouvido e autuado, impondo-se pelo respeito. 

* Enfim, ficam os esclarecimentos e o desabafo de Hilário Júnior e que o bom delegado Wilpídio Hilário descanse em paz.

* O telefone toca de novo. É um dos 37 perguntando se a Semeia, Imac, Ibama, Secretarias de Saúde, algum órgão público, já tomaram providências para identificar e punir os irresponsáveis que jogam aquelas ossadas na estrada Irineu Serra, mostradas anteontem neste jornal?

* Segundo ele, aquilo é um atentado à saúde pública, ao meio ambiente e pega mal, muito mal para um Estado que se quer modelo de uma porção de coisas.

* Presidente da Academia Acreana de Letras, Clodomir Monteiro, informando que a confreira e colaboradora desta GAZETA, Fátima Almeida, teve um problema na perna, foi operada e passa bem.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation