Pular para o conteúdo

Corinthians desafia crise do Flamengo para seguir estável

O Corinthians está acostumado com o que o Flamengo enfrenta atualmente: exposição dos problemas particulares de seus jogadores, brigas no elenco, aposta em um técnico inexperiente no meio de uma competição importante e cobranças de uma das maiores torcidas do país. Justamente por isso, adota toda a cautela possível para enfrentar o rival às 21h50 (de Brasília) desta quarta-feira, no Maracanã, pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América.
Adriano-Ronaldo
“O Flamengo é um time poderoso, com grandes jogadores. As pessoas falam de crise, mas isso é o de menos. Eles podem se fortalecer em um momento como esse. São favoritos porque jogam em casa”, respeitou o lateral esquerdo Roberto Carlos, que acompanhou diversas ressurreições do Corinthians quando defendia o Palmeiras. “Isso é comum para grandes times. E a pressão maior é nossa, pois nosso clube não ganhou a Libertadores em quase 100 anos.”

Ao contrário do Flamengo, no entanto, o Corinthians desfruta de estabilidade. Nem mesmo a eliminação precoce no Campeonato Paulista foi capaz de abalar a equipe comandada por Mano Menezes, que confirmou a melhor campanha da fase de grupos da Libertadores.

Contraditoriamente, o único que ainda sofre com as críticas é o astro do grupo: Ronaldo, afastado da vitória sobre o Independiente Medellín para se recuperar fisicamente e pronto para sofrer pressão da torcida do seu clube do coração