Rodada será vital para definir o G4 após a 6ª rodada do Acreano

Jogos pela Capital e interior serão vitais para as equipes que tem pretensão em permanecer, ou chegar, no G4, grupo dos quatro primeiros que irão disputar as semifinais da competição, além de embolsar mais R$ 30 mil de premiação, além dos R$ 20 mil que todos os clubes devem receber até a próxima quarta-feira do convênio com o Governo do Estado.
Classico
Atlético e Juventus – Sem sombra de dúvida o maior clássico da rodada é entre Atlético Acreano (2º colocado) contra o Juventus (4º colocado), um duelo direto pelas primeiras colocações. Vale ressaltar que o Galo é a única equipe invicta na competição, com três vitórias, dois empates e nenhuma derrota.
“Por isso mesmo é que a nossa zaga deve ser valorizada, mesmo com a chegada de Zidane”, explicou o técnico Gilmar Sales. Um deles é o “premiado” capitão, o zagueiro Yeslei, um dos melhores no Acreano. “Eles devem vir em busca da vitória, mas nós também e por isso mesmo é preciso atenção durante todo o jogo”, alertou Yeslei.

Mesmo sem confirmar, Gilmar deve escalar o ex-rio-branquense Bruno na lateral direita, adiantando um pouco mais o meia Bruninho para apoiar mais o ataque. Falando em parte ofensiva, em campo estarão Marcelo Cabeção (Juventus) e Leonardo (Atlético), ambos com quatro gols e disputando a ponta da artilharia.

Porém mesmo sem ser um atacante nato, o meia Jonas (Juventus), também chegou aos quatro gols e vem sendo um dos principais destaques do comandante Ico. “Como venho conseguindo bons desempenhos, o professor me adiantou um pouco mais sem a obrigação de marcar, pois a cobertura será do Josimar”, adiantou o meia, que também quer brigar pela artilharia.

Indagado sobre um empate, o técnico Ico adiantou que não seria um bom resultado, até mesmo porque ficaria ameaçado de sair do G4. “É um jogo de seis pontos e quem vencer terá tranqüilidade para continuar trabalhando”, disse, referindo-se ao fato de que terá pela frente, na tabela, o Independência, Plácido e Alto Acre.

Arbitragem – O jogo entre Atlético Acreano e Juventus, às 19h30 deste domingo, no Estádio Arena da Floresta, em Rio Branco, terá a arbitragem de Carlos Ronne, auxiliado por Renner Santos e Jean Carlos.

Adesg x Rio Branco – Com a garantia de que o dinheiro do convênio com o governo sairá na próxima semana, os ares em Senador Guiomard parecem ter melhorado. No entanto para tentar uma reviravolta, a Adesg terá a “ingrata” tarefa de ter que mostrar serviço contra um dos principais favoritos ao título, o Rio Branco, mesmo que jogando em seus domínios. O Rio Branco está na primeira colocação na tabela, enquanto a Adesg surge apenas na 7ª posição, cinco pontos atrás.

Para piorar ainda mais a situação, o Leão do Quinari não terá seu principal artilheiro, Lelão, cumprindo suspensão automaticamente. O mesmo não pode se falar do outro lado, onde o Estrelão terá o retorno de um dos maiores ídolos do clube, o meia Testinha, além de outro meia que vem agradando a quem vem acompanhando os treinos, Marco Antônio.

Arbitragem – O jogo entre Adesg e Rio Branco, às 16h30 deste domingo, no estádio Naborzão, em Senador Guiomard, terá a arbitragem de José Costa, auxiliado por Justino Aprígio e Dayane Santos.

Independência x Plácido – Com o mesmo número de pontos, as duas equipes precisam da vitória para entrar no G4. Para o Independência, que chegou a ficar três rodadas na liderança, o objetivo é resgatar o brilho das rodadas iniciais, apesar de algumas complicações para escalar o elenco ideal para o confronto.

O zagueiro/capitão Djailton e o atacante Neiber cumprem suspensão automática, o zagueiro Juscelâneo sentiu no treino, além de Marquinhos que não treinou dois dias devido uma forte gripe, obrigou o técnico Jangito a lançar a estréia profissional do zagueiro Rener para o importante jogo. “Venho treinando forte para quando surgisse a oportunidade pode agarrar e é o que quero fazer no domingo”, disse o jovem zagueiro de apenas 18 anos
No ataque, Jangito está mais tranqüilo, pois terá Gerson ou Victor para entrar no lugar de Neiber. “Quero a equipe animada, jogando com alegria para tentar voltar ao G4”, disse o técnico. Palavras repetidas pelo lateral Rarisson, um dos destaques tricolor: “O grupo está unido e treinando forte com um único objetivo: a vitória”, disse.

Arbitragem – O jogo entre Independência e Plácido de Castro, às 17h30 deste domingo, no Estádio Arena da Floresta, em Rio Branco, terá a arbitragem de Antônio Neuricláudio, auxiliado por Civaldo Nery e Edmundo Lira.

Náuas x Andirá – Única equipe que venceu o Rio Branco e Juventus, vindo apresentando um futebol de qualidade, digna de estar no G4, o Náuas é disparo o principal favorito no confronto contra o penúltimo colocado na tabela. Principalmente se levar em conta que seu principal maestro, o meia Artemar, cumprirá suspensão automática.

Para quem endureceu contra os adversários que enfrentou até o momento, porém vem pecando no fator preparação física, essa não é uma aposta tão certa. O certo é que o Andirá sempre vende caro suas derrotas e chegou a estar perto da 1ª vitória na competição, porém permitiu o empate após estar vencendo por 4 a 1.

Arbitragem – O jogo entre Náuas e Andirá, às 17h deste domingo, no estádio do Totão, em Mâncio Lima, terá a arbitragem de Carlos Santos, auxiliado por Janilda Melo e Adriano Formiga.

 

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation