Menina de 14 anos afirma ter alimentado Fabrício no cativeiro

Uma menina de 14 anos teria alimentado o adolescente Fabrício Costa, 16 anos, durante os dois primeiros dias de cativeiro, informou ontem o vice-coordenador do Centro de Defesa dos Direitos Humanos do bairro 6 de Agosto, Eliandro Pereira. Por orientação dele, a família procurou à polícia para repassar a informação e ajudar na elucidação do crime.
Eliandro
“Ela disse aos pais que era encarregada de servir comida e água para o garoto. Questionada por que não o liberou, ela disse que tinha medo de ser morta e que não imaginava que algo de ruim fosse ser feito a ele”, conta.

Além da menor de 14 anos, uma outra adolescente de 16 anos também estaria envolvida no caso. “Para provar o que estava dizendo, a garota de 14 anos fez uma ligação para a amiga do celular e colocou no viva-voz. Durante a conversa, ela foi ameaçada de morte”, revela.

Após esse acontecimento, a adolescente fugiu de casa e só foi encontrada dias depois no Ramal da Piçarreira. “A polícia só foi atrás da menor depois que ela fugiu. Não entendo por que eles não estão dando importância a essa informação que pode ser fundamental para se chegar aos nomes dos verdadeiros envolvidos”.

Segundo Eliandro, os pais da garota estão em pânico e temem que ela seja morta e a casa deles incendiada. “Conversei com a família na semana passada e prometi ajuda, vou entrar em contato com o secretário de Direitos Humanos do Estado,  Henrique Corinto, para saber o que pode ser feito para oferecer proteção à garota e aos seus pais”, disse.

Se confirmada a participação das duas adolescentes, o número de suspeitos de envolvimento no caso salta de 6 para 8. Outra informação, repassada pelos pais da garota ao ativista dos Direitos Humanos, é que ela é usuária de drogas e que já cumpriu medida de internação por pequenos delitos.

“Pelo que ela contou aos pais, a maioria dos jovens envolvidos no caso tem envolvimento com droga”, informou. Para Eliandro, a garota de 14 anos sabe mais coisa a respeito do caso, mas estaria escondendo temendo ser assassinada, como já revelou aos pais e a polícia.

Manifestação no Senadinho
A família do garoto Fabrício está convocando a população de Rio Branco para participar de uma manifestação, que será realizada nesta sexta-feira, 16, a partir das 8h da manhã no Senadinho. A idéia é reunir o maior número de pes-soas possível para pressionar as autoridades ligadas a Segurança Pública a dar uma resposta mais rápida sobre o caso.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation