Gazetinhas 04/08/2011

* O Acre é longe.

* Passageiros da GOL que saíram do Rio de Janeiro na segunda-feira com destino a Rio Branco só conseguiram chegar ontem às 2h30 da madrugada.

* Depois de irem bater em Cruzeiro do Sul e seguir para Manaus, onde pernoitaram e passaram o dia inteiro.

* Não só teriam ido, mas também voltado da Europa e dos Estados Unidos.

* Interessante que na segunda-feira, no mesmo horário previsto de chegar em Rio Branco, outro Boeing da mesma companhia desceu, aparentemente, sem dificuldades.

* Até agora os passageiros não conseguiram descobrir se foi mesmo a chuva fina, uma poalha, ou uma cotia que mijou na pista que causaram tantos transtornos.

* Pelo sim, pelo não, chega a boa notícia de que o governador Tião Viana conseguiu com o presidente da Infraero recursos para a construção de uma segunda pista.

* A propósito, o governador meteu um tuitaço pesado em cima do senador Sérgio Petecão.

* Chamou-o de “patético, calu-niador…” por ter assinado a CPI dos Transportes.

* Petecão, claro, visava atingir as obras de conclusão do asfaltamento da BR-364 até Cruzeiro do Sul.

* Mas a CPI gorou, porque um dos senadores retirou a assinatura.

* Dindim está brabo.

* Dindim é o prefeito de Feijó.

* Agora, espalharam que nem açaí ele tem para bancar o festival em Feijó.

* Só muita borra.

* Mas Dindim garante que tem mais de 20 mil litros estocados.

* Pouco ou nada se comentou, mas a Lei Maria da Penha está completando cinco anos.

* Mesmo assim, há muitos energúmenos ainda batendo em mulher.

* Rio Acre continua secando e ontem se podia ver um cardume de piranambus encalhados em um banco de areia próximo à ponte Sebastião Dantas.

* É grave.

* Em alguns pontos mais críticos, os ribeirinhos têm que descer e empurrar as canoas para poder chegar até o mercado com seus produtos.

* É grave.

* Mesmo que o Saerb garanta que não faltará água, porque instalará bombas flutuantes.

* Passando aqui ao largo da Av. Antônio da Rocha Viana um camelô. Impressionante.

* Num minúsculo carrinho de mão, ele vende redes, panelas, canecos, cuecas, calcinhas, sutiãs, brinquedos de todos os tipos. Não deu pra ver se vende Boeing.

* Isso é que se chama de economia informal.

* Passando aqui nos altos o ex-prefeito Isnard Leite trazendo algumas preciosidades como “La Dramática Desmembración del Acre” e “El Acre”.

* Obras de autores bolivianos que contam a sua versão sobre a chamada Revolução Acreana.

* Agora, é assim: madrugadas frias e temperatura amena de dia, com sol.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation