Vendas de ventilador e ar-condicionado crescem 20% no comércio, em agosto

Rio Branco registrou esta semana temperaturas variando entre 35 e 39 graus com sensação térmica de 41 graus. O calor intenso e a baixa umidade do ar viraram não só assunto geral, como ocasionou o aumento de consumo de aparelhos de ar condicionado, ventiladores e umidificadores de ar. Nas lojas pesquisadas, as vendas cresceram em torno de 20% nas primeiras semanas de agosto em relação ao mesmo período do mês anterior. Em uma delas, todo o estoque de umidificadores foi vendido rapidamente e nova remessa foi solicitada.
Ventilador
“O preocupante é esse ar seco”, diz o gerente de serviço Enéias Paulo. E é mesmo. Em toda Amazônia o índice de umidade gira em torno de 30%. Em Rio Branco atingiu 33%. A média comum para a região é de 80%. Para a próxima semana, a previsão do Centro de Previsão e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cpetec/Inpe) indica que a temperatura máxima na capital será de 34 graus com possibilidade de pancadas de chuvas apenas na terça-feira, 16.

Para se proteger do calor esperado para o período é preciso gastar mais. O condicionar de ar mais procurado, por exemplo, modelo split de 9 mil BTUs custa R$ 699,00. Já o ventilador simples de 30 cm está em R$ 59,00 e o umidificador mais popular custa R$ 85,00. Aproveitando a procura dos consumidores, as lojas oferecem estes aparelhos em campanhas de promoção.

CHUVA – O pesquisador Davi Friale diz que nos últimos 2 dias, faltou apenas 0,6ºC para que o Acre registrasse a maior temperatura do mês de agosto desde 1960. A baixa umidade relativa do ar também deixa o Acre em  alerta, chegando esta semana a 25%. Segundo ele, a onda de calor deve durar a semana inteira. “Tanto calor pode provocar chuvas de domingo para segunda,” acrescenta.

Mais líquido – A irmãs Maria das Graças Araújo e Maria Amélia Rodrigues dizem que para driblar o calor intenso consomem mais líquidos e tomam banhos mais vezes ao longo do dia. Uma rápida passagem pelo centro da cidade exigiu a ingestão de dois copos de suco cada uma. “Tomamos na ida e na volta, senão não agüentamos”, contam. A loja de sucos aumentou em 10% as vendas esta semana.  Em uma sorveteria localizada no centro de Rio Branco o consumo de sorvetes também cresceu. A vendedora Gilmara Martins calcula aumento de 30% nas vendas de casquinhas, milk shakes e sundae.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation