Investir, trabalhar, produzir

Ainda sobre esse ‘pacote de obras’ lançado pelo Governo do Estado, no valor de mais de R$ 1 bilhão, há que se ressaltar seu efeito multiplicador na geração de empregos e na diminuição do déficit habitacional não só na Capital, mas também em vários municípios.

Pelos cálculos feitos, esses investimentos deverão gerar, quase de imediato, cerca de 10 mil empregos diretos na construção civil, com efeito multiplicador em outros setores da economia, como no comércio de material de construção.

Gerar empregos é uma necessidade básica neste Estado para fazer frente aos problemas sociais que se agravam com a crise econômica internacional. O Acre, de modo particular, precisa encontrar saídas, porque o empreguismo público já deu o que tinha que dar. Investir em setores produtivos é a melhor solução.

Sobre a diminuição do déficit habitacional, a grande cheia dos rios da região, ocorrida recentemente, demonstrou o quanto se tem a fazer neste setor, para oferecer melhores alternativas a milhares de famílias que vivem em áreas de risco e estarão sempre sujeitas a perder tudo. Investir, trabalhar, produzir. Com o “verão amazônico” chegando, não há tempo a perder com politicagem.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation