Agentes socioeducativos participam de oficina de Humanização

 Com a proposta de despertar o sentimento na execução do trabalho, de forma que cada um enxergue seus companheiros com mais sensibilidade, humanidade e respeito, a Diretoria de Humanização realizou a segunda oficina de sensibilização para 25 novos agentes do Instituto Socioeducativo (ISE), como parte das atividades da semana de capacitação do ISE.

 De acordo com Isabel Carvalho, oficineira, membro da equipe de sensibilização e artista, o encontro busca promover a compreensão de que para o trabalho fluir é necessário respeitar o tempo do outro, ouvir mais, esperar, acompanhar e enxergar o outro com valoração. A atividade foi finalizada com a explanação dos grupos a respeito dos temas tratados.

 As atividades foram divididas em dois blocos. No primeiro, o grupo participou de dinâmicas e jogos com foco no despertar dos sentimentos como respeito, cuidado, confiança, atenção e disponibilidade. Já no segundo bloco os participantes foram separados em três grupos, em que cada um receberia um tema a ser debatido.

“A realização dessa oficina demonstra a prioridade que o governo do Estado dá à garantia das condições de reabilitação e reinserção na sociedade de adolescentes que se encontram momentaneamente com medida de restrição de liberdade, ao tempo em que investe na garantia da dignidade desses jovens e também com a humanização, demonstrando cuidado com o ambiente e com as relações de trabalho do servidor”, aponta Isabel.

 Para a equipe da Humanização, a expectativa é de que a oficina possa ser apresentada em outros segmentos da gestão pública, de forma a ser adaptada de acordo com a realidade e necessidade de cada órgão ou secretaria. O princípio do debate será o trabalho com as diferenças, onde todos devem ser ouvidos e respeitados de acordo com suas opiniões.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation