Pular para o conteúdo

Gazetinhas 27/07/2013

* Tudo pronto para a cavalgada de abertura da Expoacre.

* Por ordem de sorteio, começa com a comitiva Casa da Lavoura e encerra com a Beba Direito.

* Bota furada larga em 13º.

* Comitivas da Telexfree e da BBbom desistiram, depois do bloqueio dos bens das empresas.

* Da Delivery, também.

* Agora falando sério, além da festança – e não há nada de mal nisso – a Expoacre é uma vitrine para se ver o que o Estado está produzindo nos mais diversos setores da economia.

* Ao contrário de feiras de outros estados, onde predomina a pecuária, o gado, a Expoacre tem um pouco de tudo.

* Produtos agroflorestais, movelaria, piscicultura, bodes, cabras e cabritos, culinária…

* Para facilitar o acesso, os ônibus circularão até às 3 da madrugada.

* Lembrando que a Álcool Zero continua valendo.

* Na política local, nada de novo.

* Só o prefeito de Cruzeiro do Sul, Wagner Sales, que está publicando nota desautorizando especulações de que seu nome poderia constar em alguma composição de chapa majoritária para as eleições do próximo ano.

* Mais do que isso: decepcionado com os rumos que a política atual tomou, Wagner anuncia que terminará o mandato e se retirará da política.

* Passando aqui nos altos deste matutino o deputado federal Gladson Cameli.

* Com uma pesquisa quentinha, saída do forno, feita em 18 municípios, Gladson diz que é candidato ao Senado e não tem mais volta.

* Não importa os concorrentes ou adversários.

* Governador Tião Viana estava ontem no trecho da BR-364 entre Feijó e Manoel Urbano, o trecho ainda mais crítico.

* Almoçou com os trabalhadores do Deracre e hoje deve participar da cavalgada, como faz todos os anos, desde que era senador.

* Sempre com o mesmo pangaré manso.

* No noticiário nacional, continua só dando o papa Francisco.

* Impressionante! A missa ontem em Copacabana reuniu cerca de 1 milhão de fiéis.

* Já está sendo chamado de “papa do povão”.

* Médicos e Governo precisam chegar a um acordo para ver o que é possível atender ou não e acabar com a greve.

* A população está sofrendo nas filas dos hospitais e Upas.

* Não é justo que permaneça desassistida por “tempo indeterminado”.

* O mesmo vale para os professores. Os estudantes não podem ficar sem aulas “por tempo indeterminado”.

* O telefone toca é a procuradora-geral de Justiça, Patrícia Rêgo, agradecendo a cobertura deste matutino ao cinquentenário de criação do Ministério Público do Estado.

* O sol abriu de vez, esquentou. Não vai mais nevar.

* Também não se entende por que tanta inveja do Friale.

* Morreu ontem dona Renilda, esposa do seu Agnaldo Moreno (já falecido), mãe da dra. Regina Jarude, do doutor Reinaldo Moreno, avó do eng. Gustavo Moreno, colaborador deste matutino.

*    A nossa solidariedade.