Pular para o conteúdo

Mais um caso de “corpo estranho” dentro de garrafa de Coca-Cola vai a Justiça

cocac1 
Embora tornado público somente agora esse caso aconteceu no dia 25 de setembro deste ano, quando o motorista Álvaro de Amorim Oliveira, 25 anos, foi a um supermercado no bairro Aviário e comprou duas Coca-Colas de 2 litros.

 De acordo com Álvaro, ele pegou o refrigerante em cima do balcão e após efetuar o pagamento percebeu algo estranho dentro do litro de refrigerante lacrado e avisou a atendente que que por sua vez, acionou o gerente de caixa que tentou trocar a garrafa, mas Álvaro, orientado por outras pessoas que testemunharam a situação, não aceitou a troca.

 Em seguida, conta o motorista, ele foi chamado em uma sala reservada no próprio supermercado onde recebeu a proposta de um gerente de que devolveria a Álvaro dois litros do mesmo refrigerante e o valor pago, mas o cliente optou por não aceitar a oferta e decidiu contratar um advogado que já entrou com processo por danos morais contra o supermercado e a Fábrica de Refrigerante Rio Branco, revendedora da marca Coca-Cola.

 Procurados para falar do caso, a fábrica alegou que somente a Assessoria de Imprensa, localizada em Manaus- Amazonas poderia comentar.  O Jornal A Gazeta deixou a disposição das empresas citadas o endereço eletrônico para quaisquer esclarecimento.