Pular para o conteúdo

Gazetinhas 21/11/2013

* Bom dia, “todos e todas”!

* Ôpa, que “todos e todas” que nada…

* Professora Luísa Lessa ensinou, ontem, que essa maniazinha chata que inventaram por aqui está gramaticalmente errada.

* “Pergunto-me de onde veio essa invenção?!”, escreveu ela.

* Coisinha enjoada, né?

* Cerimonialistas, políticos, oradores, vamos tomar nota, por favor!

* Bom português nunca é demais.

* Todo mundo de olho na sessão do STF que continuaria a análise da ADI 3609, que obriga a demissão de 11 mil servidores do Acre admitidos sem concurso público.

* O processo reapareceu na pauta de ontem do Supremo, mas, novamente, os ministros adiaram o julgamento.

* A agonia é grande. Afinal, é algo que deve mudar a vida de muitas famílias.

* Como se sabe, a decisão sobre a inconstitucionalidade das contratações já foi tomada.

* O que resta saber é como será feita a “modulação” da ação, ou seja, como será aplicada a medida.

* Pelo que se vê, não tem muito pra onde correr.

* O negócio agora é governo e parlamentares unirem esforços para minimizar, na medida do possível, o “caos social” que pode ocorrer no Estado.

* Xô, mosquito!

* Mapa da dengue divulgado, nesta terça-feira, pelo Ministério da Saúde, apontou Rio Branco entre as três capitais em situação de risco da doença.

* Todo ano é a mesma coisa.

* Mas, incutir o hábito da prevenção na cabeça da população parece tarefa mais difícil do que tirar leite de pedra.

* Envolve um contínuo processo de educação e assistência básica de saúde, dois quesitos nos quais o Brasil ainda precisa avançar muito.

* E, no Acre, não é diferente.

* Este ano, o Ministério anunciou que repassará R$ 2,5 milhões ao Estado para ajudar nas ações de combate à doença.

* Se bem empregado, rende uma boa ajuda.

* Portanto, cuidado com a água parada, maninho!

* É melhor cuidar muito bem da sua casa antes, do que ter de se cuidar com os  males da doença depois.

* E os telexfriends, hein?

* A esperança é mesmo a última que morre.

* Interina: Maíra Martinello.