Pular para o conteúdo

Acabou o prazo para adotar as cartinhas da Campanha Papai Noel dos Correios

Carta papai noel - OLO prazo para a entrega das cartinhas das crianças carentes da campanha ‘Papai Noel dos Correios’ terminou nesta segunda-feira, 25. Quem tiver interesse em realizar os pedidos pode adotá-las até o próximo dia 17, na sede dos Correios. Os ‘papais noeis’ terão até o dia 18 de dezembro para entregar os presentes solicitados.

De acordo com a gerência dos Correios no Acre, desde o dia 18 mais de 1.300 cartas já foram recebidas. No ano passado, mais de 1.200 cartas foram adotadas.

Os pedidos mais comuns são bonecas, carrinhos e material escolar. De acordo com a coordenadora da campanha no Estado, Tatiane Castro, as cartas são de crianças de até 10 anos matriculadas em 6 escolas públicas e 1 creche municipal. Tais instituições foram escolhidas para participar da ação.

Os Correios selecionarão ainda cerca de 300 cartas envia-das por crianças de comunidades carentes. De acordo com a direção da escola Irmã Maria Gabriela, que será beneficiada pela 1ª vez pela campanha, os alunos ficaram eufóricas com a possibilidade de ter seus desejos atendidos pelo Papai Noel.

Pelo 2º ano consecutivo, a Diretoria de Humanização, órgão ligado à Fundação Estadual de Cultura Elias Mansour (FEM), realiza um trabalho em parceria com os Correios para incentivar os servidores públicos a adotarem algumas cartas.

A coordenadora do Departamento de Sensibilização da Diretoria de Humanização da FEM, Josecília Moreira, explica que o trabalho surgiu para garantir que mais cartas possam ser adotadas atendendo o desejo de Natal de mais crianças.

“A campanha é maravilhosa e a gente percebeu que muitas cartas ficavam empilhadas aqui nos Correios. Nem sempre as pessoas vinham buscar. Desde o ano passado, a secretaria topou fazer a parceria e envolver os servidores públicos nesta campanha. Foi positivo dos 2 lados: tanto para as crianças, como para o próprio servidor que nunca tinha participado de uma campanha como esta”, argumenta. (Foto: Odair Leal/ A GAZETA)