Pular para o conteúdo

Telexfree: TJ/AC anula decisão da juíza Thaís Khalil em liberar dinheiro para pagar hotel

Mais um capítulo sem desfecho na história da Telexfree. O Tribunal de Justiça do Acre aceitou o recurso do Ministério Público (MP/AC) e suspendeu a decisão da juíza da 2ª Vara Civil da Comarca de Rio Branco, Thaís Khalil, que liberava o dinheiro para a empresa pagar dívidas com a Tijuca Designe Hotel.

A responsável pela ação foi a desembargadora Eva Evangelista, que acatou o Agravo de Instrumento interposto pela Promotoria de Justiça da Defesa do Consumidor. Dessa forma, o dinheiro que estava liberado para sanar dívidas com a construção de um hotel, no Rio de Janeiro, fica temporariamente bloqueado.

Os procuradores Alessandra Marques, Danilo Lovisaro e Marco Aurélio Ribeiro são os responsáveis pelo Agravo.

A liberação do valor não divulgado foi autorizada no dia 18 de setembro, pela juíza Thaís Khalil.

De acordo com a decisão da desembargadora, o imóvel oferecido pela empresa não poderia ser dado como garantia para a liberação de recursos, pois os bens da Telexfree já estão indisponíveis. Dessa forma, os beneficiados com a hipoteca devem ser os divulgadores e investidores da Telexfree.

De acordo com a assessoria do TJ/AC, a empresa pode recorrer.