Pular para o conteúdo

Deputados deixam bandeiras políticas e manifestam apoio a Vagner Sales

CHAGAS-ROMAOO deputado Chagas Romão (PMDB) lamentou a cassação do diploma do prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, e do seu vice, Delmar Santiago, ambos do PMDB. Segundo o parlamentar, Cruzeiro do Sul perde um ‘grande gestor’.

“Lamento a decisão tomada ontem em que cassou o nosso prefeito Vagner Sales. A população de Cruzeiro perde um grande prefeito. Sabemos que é uma grande perda no nosso cenário político”, salientou o deputado.

Outro que também se solidarizou com Vagner Sales foi o presidente da Mesa Diretora da Aleac, deputado Élson Santiago (PEN). Ele elogiou o trabalho desenvolvido por Sales durante os 5 anos à frente do Poder Executivo Municipal de Cruzeiro do Sul.

“Congratulo-me com o pensamento do senhor, deputado Chagas Romão, e quero dizer que Vagner Sales é um homem trabalhador e que muito tem feito por nossa Cruzeiro do Sul. Faço isso independente de cores partidárias”, reafirmou Élson Santiago.

A cassação de Sales também teve repercussão nos parlamentares de sustentação ao governo de Tião Viana (PT) na Casa. O deputado Moisés Diniz (PCdoB) disse respeitar a decisão judicial, embora entenda que o processo em que Sales responde é apenas por ele ter feito doações de passagens aéreas no trecho Cruzeiro do Sul/Rio Branco.

“O prefeito está sendo cassado só porque doou passagens. Muitos daquela época não doavam, ficavam com o dinheiro e estão ilesos. Não concordo que o povo decida as eleições e alguém descontente tire isso no tapete”, argumentou o parlamentar comunista.