Pular para o conteúdo

Cuidados básicos

As intensas chuvas que caíram sobre a Capital anteontem devem servir de alerta tanto para os administradores como para a sociedade sobre a necessidade de se investir mais em obras de saneamento e nos cuidados que se deve ter para prevenir prejuízos e até mesmo algumas catástrofes.

A rigor, não há nada de extraordinário com esses aguaceiros. Fazem parte do chamado “inverno amazônico”,  e são até necessários neste período do ano para estabelecer o ciclo das águas necessário ao equilíbrio do meio ambiente.

O que se tem a fazer é tomar as medidas recomendáveis e necessárias, investindo mais em esgotamento sanitário, desobstruindo os rios e igarapés e evitando a poluição desses mananciais.

Neste aspecto, não só a administração pública, mas a sociedade tem também sua cota de responsabilidade tomando os cuidados mais primários, como a limpeza dos quintais, a correta coleta do lixo, a desobstrução de fossas e outras medidas simples, mas eficazes.

Mais aguaceiros virão nos próximos meses e quem sabe até nova alagação, com as consequências que já se conhece. Cabe saber preveni-las com esses cuidados básicos.