Pular para o conteúdo

Prefeitura vai preparar Parque de Exposição para ser usado em caso de alagação

O prefeito em exercício de Rio Branco, Márcio Batista, liderou nesta segunda-feira à tarde, uma visita técnica ao parque de Exposição Marechal Castelo Branco, para detectar as necessidades de reparos, reformas e ampliações no local, que vai ser preparado para abrigar os atingidos por uma possível enchente do Rio Acre.  Na comitiva, representantes do Corpo de Bombeiros, Defeca Civil Estadual e Municipal, secretarias de Obras, Semsur, Emurb, Semcas, Semsa, Semeia e Rbtrans. “Não podemos fazer as coisas de qualquer forma em caso de alagação, porque lidamos com vidas, com pessoas em dificuldades, por isso o planejamento é muito importante. Como o Plano de Contingência já foi lançado pelo prefeito Marcus Alexandre, cada órgão já sabe seu papel em caso de alagação e o Parque, que abriga a maior parte das pessoas, merece toda nossa atenção”, relata Batista.

O coordenador da Defesa Civil municipal, ten.cel. George, diz que por enquanto a situação é estável, com o Rio Acre com 5,89 metros, mas diz que é preciso que todos estejam atentos, já que o período de chuvas vai se estender até abril. O oficial afirma que o volume de chuvas e as áreas de risco são constantemente monitorados pela Defesa Civil.       

Para o coordenador da Defesa Civil Estadual, cel. Gundim, o trabalho intergado entre as equipes do Estado e da prefeitura, garante o sucesso da operação de retirada de famílias de áreas alagadiças e transporte e abrigo das famílias na casa de familiares e para o Parque.

Em 2013, quando o Rio Acre alcançou em março 15,33 metros, 384 famílias ficaram abrigadas no Parque de Exposição, num total de 1.651 pessoas. Em 2012, quando houve uma grande alagação, o Parque acolheu 1.195 famílias, mais de 5 mil pessoas.

No Parque as famílias abrigadas contam com alimentação, atendimento médico, medicação, lazer e diversão. Quando são levadas de volta para casa, ganham cestas básicas e material de limpeza. (Ascom PMRB)