Pular para o conteúdo

Jorge Viana quer debater o alto preço dos combustíveis no Acre no Congresso Nacional

Buscar soluções junto à Petrobrás e BR Distribuidora para reduzir o alto preço da gasolina para automóveis e do combustível de aviação no Acre, um dos mais caros do país, será uma das prioridades do senador Jorge Viana no retorno dos trabalhos do Congresso Nacional em fevereiro. Em visita ao Juruá na semana passada, Jorge Viana acompanhou uma vasta agenda do governador Tião Viana na região. Uma delas a visita às obras da nova Base de Distribuição de Combustíveis da Petrobras (BR) em Cruzeiro do Sul, a Basul II, onde tratou da questão e contou com o apoio do governador e políticos da região.

A nova base da Petrobras em Cruzeiro do Sul é um investimento de mais de R$ 200 milhões e tem uma capacidade de armazenar oito vezes mais combustível que antes, acabando com a armazenagem em balsas, além de modernizar o atendimento em todo Estado. Mas Jorge Viana diz que, apesar desses avanços, o preço do combustível no Acre, atrapalha o desenvolvimento regional, o que requer medidas urgentes para reverter a situação.

“A conclusão da BR-364 nos garante muitos avanços não só no ir e vir das pessoas, mas no processo de desenvolvimento das nossas cidades e o Tião tem sido um grande batalhador dessa causa. O Juruá vive um processo de amplo crescimento e industrialização de produtos regionais e é preciso termos condições legais para que o escoamento da produção não seja um problema. A estrada nos ajuda muito, mas o mas o preço do combustível, tanto o combustível de avião, como o combustível para automóveis é um problema, pois temos uma das gasolinas mais caras do Brasil e precisamos buscar soluções para isso. E com os altos preços, todos saem prejudicados”, defende o senador.

Segundo ele, a gestão de Tião Viana tem tá cuidado da infraestrutura, da industrialização e do desenvolvimento dos municípios, mas precisa de mais apoio na área energética para dar maior segurança aos investidores que tem apostado e acreditado no crescimento do Acre. “Precisamos de políticas de energia. Já avançamos muito e o novo linhão de Sena Madureira a Cruzeiro é uma das obras importantes nesse setor, mas precisamos avançar mais e eu quero tratar disso, me empenhar ainda mais nesse tema fundamental para o crescimento do país e do nosso Estado”, diz Jorge Viana, que terá a questão da energia como uma das prioridades do seu mandato em 2014.

Uma das medidas a serem adotadas pelo senador será a realização de audiências públicas e consultas técnicas para tratar do assunto tanto no Acre como em Brasília. “No retorno dos trabalhos vou trabalhar fortemente dessa questão. Não podemos continuar desse jeito, pois o alto preço do combustível atrapalha o desenvolvimento do Acre”, disse  Jorge Viana.

O senador lembra, por exemplo, que o Acre conta com uma usina de álcool que tem previsão de produzir 10 milhões de litros em 2014. “Se tirarmos o custo do distribuidor é possível reduzir em até R$ 0,70 o valor do litro do álcool. Isso é possível e nós vamos trabalhar para que tenhamos uma redução no preço”, diz.

Jorge Viana disse ainda que nos muitos questionamentos que fez aos presidentes das companhias aéreas Gol e TAM nos últimos dois anos, por conta do alto preço das passagens aéreas no Estado, recebeu estudos nos quais   uma das razões das altas tarifas no Estado é o elevado preço do combustível de avião.

“Em Cruzeiro do Sul temos a gasolina de avião mais cara do país. O Tião estava me dizendo que só com o programa estadual de rotas regionais, que subsidia o transporte aéreo nos pequenos municípios, o Estado gastou R$ 6 milhões no ano passado. Precisamos encontrar uma solução para equacionar esse grave problema, porque não podemos continuar pagando a gasolina e as passagens mais caras do país”, disse o senador.

TAXISTAS E VISITAS NO JURUÁ
Vice-presidente do Senado, Jorge Viana tem aproveitado o recesso parlamentar para visitar os municípios e conversar com os diversos setores da sociedade. Ele passou três dias no Juruá e além de conversas e reuniões em Cruzeiro do Sul, esteve ainda em Mâncio Lima e Rodrigues Alves, onde acompanhou o governador Tião Viana em diversas agendas, concedeu entrevistas a emissoras de rádio e televisão, fez palestra no Senac para professores do Pronatec e conversou com militantes e dirigentes do PT e da Frente Popular, debatendo temas como as eleições de 2014, avaliação do governo Tião e governo Dilma e a disputa da vaga do Senado.

Jorge Viana fez ainda uma importante reunião com os taxistas de Cruzeiro do Sul onde tratou dos problemas causados à categoria por conta dos altos preços do combustível no Acre. Hoje, por conta desse alto preço, um taxista chega a ter perto de 50% de suas despesas só com combustível, o que inviabiliza o trabalho e os ganhos da categoria.

“Eu sempre mantive uma boa relação com a categoria desde a prefeitura de Rio Branco. Vou entrar nessa luta com mais força em 2014 de apoio aos taxistas de Cruzeiro do Sul, de Rio Branco e de todo o Estado, pois do jeito que está não dá como ficar”, disse Jorge Viana que deve pedir, já no retorno dos trabalhos do Congresso, um estudo de viabilidade à Petrobras para que se possa usar gás no táxis no Acre. (Assessoria Parlamentar)