Pular para o conteúdo

Gazetinhas 20/02/2014

* Socorro! Estamos isolados!

* Cadê a BR-364???

* As imagens da estrada sendo tomada pelas águas do Rio Madeira são impressionantes.

* Na região de Mutum-Paraná, depois da balsa, agora é só rio!

* Por razão de segurança, o Dnit e a PRF decidiram interditar alguns trechos da BR, a partir das 19h de ontem.

* Na manhã de hoje, será feita uma nova avaliação das condições de trafegabilidade.

* No entanto, a previsão do tempo não é nada animadora e aponta que o Rio Madeira deve subir ainda mais.

* Do lado de cá, ainda não está faltando gás, combustível ou alimentos, mas as empresas de ônibus já suspenderam as vendas de passagens para Rondônia.

* A polêmica balsa sobre o Rio Abunã continua com condições de travessia…

* Vaso ruim não quebra!

* Bom, mas neste caso, é bom que não quebre mesmo.

* Porque, considerando as poucas alternativas que temos, seria um colapso total.

* E como desgraça pouca é bobagem, uma empresa de Jacy-Paraná já se articula para cobrar pedágio para auxiliar na passagem dos carros, nas áreas alagadas da estrada.

*A travessia seria feita por meio de pranchas.

* Por se tratar de uma empresa credenciada para o transporte de veículos acidentados, a PRF de Rondô-nia informou que não poderá intervir.

* É mole?!

* Agora, é esperar pra ver os valores que serão cobrados por este novo “serviço”.

* Fazer o quê?

* Na situação em que em que estamos, é capaz de pedirmos “pelo amor de Deus” pra pagar o novo pedágio.

* As notícias também não são boas para as famílias atingidas pela cheia do Rio Acre.

* O nível do rio atingiu, na tarde de ontem, a marca de 15,01m.

* Mais de 420 pessoas já estão abrigadas no Parque de Exposições.

* Em Sena Madureira, a situação também é crítica.

* O Rio Iaco atingiu o nível de 17m, e a previsão é de mais chuva nas cabeceiras.

* Conter a natureza não podemos, mas qualquer ajuda à campanha do Acre Solidário é bem-vinda.

* Publicada, ontem, no Diário Oficial da União, a decisão final sobre a ADI 3609, que trata da demissão dos servidores contratados sem concurso no Estado.

* Os 11 mil, que agora já viraram 4 mil…

* Ainda assim, é muita gente.

* A partir desta publicação, começa a contar a data imposta pelo STF para a tal modulação.

* Ou seja, o prazo de 12 meses para que o Estado realize novos concursos e substitua esses servidores irregulares.

* Mais um dos grandes desafios para o governador Tião Viana neste ano.

* Que rojão!

* E o deputado Luís Tchê, que quer devolver o Acre pra Bolívia?

* Plácido de Castro deve ter se revirado no túmulo com as ideias geniais desse conterrâneo.

* Volta tu pra tua Porto Alegre, homi!

*Maíra Martinello.