Termina neste sábado o prazo para o recadastramento biométrico

 Filas, reclamações e até tumultos! Foi o preço pago pelos acreanos por deixarem para realizar o recadastramento biométrico próximo do prazo final. Os eleitores que votam na capital têm até hoje, 1° de março, para fazer o recadastramento biométrico e regularizar sua situação junto ao Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE).

 Os locais de atendimento biométrico são: Fórum Eleitoral de Rio Branco, em frente à Justiça Federal; prédio do TRE localizado no Centro, próximo ao Terminal; Via Verde Shopping; Detran, em frente ao 7º BEC; Hospital das Clínicas (Fundhacre), OCA e ônibus da biometria em frente ao Palácio Rio Branco.

 A autônoma Maria Verônica Souza reclamou do atendimento. “Eles não estão disponibilizando senhas o suficiente. Para quem tá aqui fora. Perdi um dia de trabalho em vão”. E sobre a demora para ir até um dos postos de atendimento ela se defendeu. “Não tive tempo em função do trabalho. Fui deixando mesmo. Não imaginava que tanta gente ia fazer a mesma coisa”.
Para fazer o recadastramento basta que o cidadão compareça aos postos de atendimento portando um documento com foto e informe o endereço residencial completo. Eleitores do sexo masculino, maiores de 18 anos, que irão tirar o título pela primeira vez, deverão também apresentar certificado de reservista.

 O Tribunal informa que caso o eleitor não faça o recadastramento, além de não poder votar nas eleições de 2014, a irregularidade do documento impacta no CPF e poderá trazer outros prejuízos ao cidadão que recebe aposentadoria, pensão ou programas sociais, como o Bolsa Família.

 Segundo Átila Gomes, que também estava fila, é uma tradição dos brasileiros deixar tudo para última hora. “Quando dei por mim, estava na véspera do prazo terminar. O jeito é ter muita paciência e não adianta reclamar”, destaca.

 O recadastramento biométrico em Rio Branco teve início no dia 7 de maio. De acordo com TRE dos 230 mil eleitores que votam na cidade, mais de 184 mil fizeram o recadastramento, o que representa 80%. E A capital do Acre terá a primeira eleição biométrica nas Eleições de 2014, assim como Assis Brasil e Bujari.

 Em 2015, o Tribunal Regional Eleitoral  (TRE) do Acre vai avançar com o recadastramento para o interior do Estado, pois, de acordo com o planejamento do TSE, todo o Brasil deve ter eleições biométricas até 2018.

biometricoultimodia

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation