Pular para o conteúdo

Moisés Diniz pede que os divulgadores da Telexfree enviem e-mail a magistrados do ES

Os divulgadores da Telex-free podem ter mais um capítulo da novela iniciada com o bloqueio dos recursos da empresa. No próximo dia 11 de fevereiro, o Tribunal de Justiça do Espírito Santo deve julgar ação sobre a recuperação judicial que da à empresa a prerrogativa de decidir as prioridades nos pagamentos de dívidas. A informação foi repassada pelo deputado Moisés Diniz (PCdoB).

O parlamentar chegou a disponibilizar, em sua página no Facebook, os e-mails dos magistrados que analisarão a matéria. A relatoria está a cargo do desembargador, Willian Couto Gonçalves, sendo que a revisão é da juíza Janete Vargas Simões. A expectativa é a de que a Justiça capixaba decida pela devolução dos recursos dos divulgadores como prioridade.

Moisés Diniz também comentou sobre o ‘Bolsa Family’. Segundo ele, a crítica feita pelos divulgadores da empresa ao Programa Bolsa Família do Governo Federal trata-se de “um conceito novo de inclusão social, que deixa de ser um programa social e passa a se nutrir do trabalho coletivo, distribuindo lucros e formando redes solidárias”, afirma Moisés Diniz.

O parlamentar termina, dizendo que o Brasil é um país continental e o Marketing de Multinível afronta aos interesses da burguesia brasileira, não só financeiramente, mas “também uma nova consciência”.