Pular para o conteúdo

Roberto Duarte Júnior faz visita a Comunidade Terapêutica Giliade na Jarbas Passarinho

unnamed 1O pré-candidato ao Senado da República, advogado Roberto Duarte Júnior, foi à Estrada Jarbas Passarinho em Rio Branco para conhecer a Comunidade Terapêutica Gileade, que funciona em uma chácara no km 8, administrada pela igreja Nova Aliança, sob a presidência do pastor Fernando Magri.

A comunidade existe há 2 anos e atualmente atende 30 dependentes químicos com tratamento por etapas. A primeira é identificação e internação do dependente se for de interesse dele. Em seguida, vem um trabalho junto à família na igreja, fazendo um levantamento sobre sua situação financeira, se há casos de dependência química e outros.

Na chácara, sob a coordenação do pastor Júlio Batista, os dependentes começam o tratamento com a Laborterapia, que os incentiva a trabalhar fazendo serviços na chácara, como limpeza, plantio de hortas e cuidar de animais.

Após alguns dias começa uma nova terapia, mexendo com o emocional do paciente. Ele é orientado a produzir uma carta de arrependimento contando toda sua história e analisando o antes e o depois. Esse trabalho é feito em grupo para que um ajude o outro.

A próxima etapa do tratamento é a reinserção social, quando ele começa a sair sozinho, uma vez por mês, para ficar 4 dias com a família. Todo esse processo acontece no prazo de 7 meses.

Estrutura da comunidade
A Comunidade Gileade é mantida pela igreja e conta com parcerias, por exemplo, convênios com o Banco de Alimento da Ceasa e com a Secretaria Estadual de Assistência Social.

A equipe que atende os dependentes químicos é formada por 10 pessoas e tem como estrutura física uma pequena casa que serve de alojamento, com cozinha e refeitório. Um convênio com a Justiça, através da vara de execuções penais, está possibilitando a construção de um novo alojamento para dar mais conforto aos pacientes.

A obra é executada pelos próprios internos, sob comando de José Risomar, um pedreiro que se libertou das drogas há 1 ano com a ajuda da Gileade. “A comunidade me ajudou muito. Recuperei minha vida e hoje o que puder fazer para ajudá-la a libertar outras pessoas, farei”, disse Risomar.

Mesmo com toda dificuldade que enfrenta para trabalhar, a Comunidade Gileade foi eleita pela Justiça a melhor casa de terapia dessa modalidade e a de menor evasão.

O advogado Roberto Duarte Junior gostou muito dos resultados obtidos na Gileade e se colocou à disposição para ajudar a entidade no que for preciso na área jurídica. “É um trabalho bonito e gratificante para a sociedade este realizado pela Comunidade Gileade, através de pastores como o Fernando Magri e Júlio Batista. Tenho um grande respeito por essas lideranças que dedicam seu tempo para cuidar de gente. Os dependentes químicos são vítimas da falta de políticas públicas para combater a entrada de drogas na estrada”, disse Roberto Duarte Júnior.  (Ailton Oliveira / Foto: Assessoria)