Pular para o conteúdo

“Não entendemos porque o MPE/AC não aceita devoluçã o aos divulgadores da Telexfree”

aerci thumbO divulgador da Telexfree Aerci Arreal realiza um novo protesto, desta vez em Brasília, onde está em greve de fome e acorrentado na Praça dos Três Poderes. O objetivo é sensibilizar as autoridades em prol da restituição dos valores iniciais aos divulgadores. O advogado da empresa, Roberto Duarte Júnior, destaca que não entende porque o Ministério Público do Estado do Acre recusa a proposta da própria empresa de devolver o dinheiro.

O protesto já resultou em audiências com o procurador da República Nicolao Dino Neto, secretário de Relações Institucionais da Procuradoria-Geral da República, através do deputado Popó que é autor da PEC que regulamenta o marketing multinível.

Além disso, o corregedor Nacional do Ministério Público, Alessandro Tramujas, também já recebeu representações da empresa e vai solicitar informações da promotora de Justiça do Acre, Alessandra Marques. O bloqueio da empresa, baseado em meros indícios de crime contra a economia popular, já completou 9 meses.

Nesta quarta-feira, 12, está programada uma audiência com representantes do Conselho Nacional de Justiça.

No início do ano, o divulgador da TelexFree, Aerci Arreal, se acorrentou em frente ao Ministério Público no Acre para sensibilizar a justiça acreana em favor dos divulgadores da Telexfree.

Na ocasião Aerci Arreal explicou se existe alguém com poder de fazer com que tudo se encerre é o Ministério Público. “Por isso que nós estamos aqui com o propósito de fazer com que as pessoas entendam que nós reconhecemos que ele tem o poder de modificar nossa história, mas que nós estamos seguindo até as últimas consequências”, diz.