O que comemorar

No Dia do Trabalho ou do Trabalhador há sim o que se comemorar. Segundo pesquisas mais recentes, a taxa de desemprego neste país é uma das mais baixas de sua história e isso é o que importa para os trabalhadores.
Evidentemente que ainda há muito o que avançar para permitir uma vida mais digna, com melhores salários e condições de trabalho, mas não há como ignorar ou negar que a situação dos trabalhadores brasileiros melhorou nos últimos anos.

É isso que as classes dominantes ou as chamadas elites insistem em não reconhecer, porque estão mais interessadas nos ganhos do capital especulativo e na ânsia de voltarem de novo ao poder.

Os trabalhadores e, em particular, seus representantes de classe, precisam estar atentos e não se deixar iludir por um certo “catastrofismo” que vem sendo orquestrado pela grande mídia que, historicamente, sempre fez o jogo dessas mesmas elites, porque seus interesses se equivalem.

Tudo, portanto, o que se fizer para manter e elevar o nível de emprego deve ser apoiado, porque o trabalho já é garantia de uma vida mais digna para o trabalhador e não as oscilações das bolsas de valores.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation