Eleitor deve ficar atento às orientações para o dia da votação

Em caso de dúvidas, recorra aos mesários
Em caso de dúvidas, recorra aos mesários

Três semanas depois do primeiro turno, os eleitores acreanos retornam as urnas hoje, 26, pela segunda vez no ano para escolher o presidente da República e governo do Acre. Para que a votação transcorra sem incidentes, confira o que pode e o que não pode ser feito durante o pleito.

A manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por partido político, coligação ou candidato, revelada exclusivamente pelo uso de bandeiras, broches e adesivos é autorizada.

Porém, é proibida até o término do horário de votação, a aglomeração de pessoas usando camisetas, bonés do partido ou instrumentos de propaganda descritos acima, de modo a caracterizar manifestação coletiva, com ou sem utilização de veículos.

Não é permitida ainda a distribuição de santinhas bem como fazer selfie no momento da votação.

No recinto das seções eleitorais e juntas apuradoras, é proibido aos servidores da Justiça Eleitoral e aos mesários o uso de bonés, camisetas ou objeto que contenha qualquer propaganda de partido político, de coligação ou de candidato.

O uso, na propaganda eleitoral, de símbolos, frases ou imagens, associadas ou semelhantes às empregadas por órgão de governo, empresa pública ou sociedade de economia mista não é autorizado.

Durante o primeiro turno das eleições 2014 houve relatos de contratempos por parte de alguns eleitores. Algumas pessoas ficaram impedidas de votar, pois constava na lista que já tinham exercido esse direito.  A presença de homônimos e a proximidade dos nomes na lista de presença podem induzir os mesários a cometerem erros.

O Tribunal Regional Eleitoral TRE/AC alerta para algumas ações a fim de evitar contratempos durante o pleito eleitoral.

Para votar só é obrigatório apresentar um documento com foto, mas no título de eleitor existe um número específico para cada pessoa. Isso facilita o trabalho do mesário, principalmente no caso de homônimos. No título também consta a zona e seção eleitoral.

Antes de votar, o eleitor assina a lista de presença. É possível corrigir erros antes do voto caso se perceba que está assinando no campo com nome de outra pessoa. O mesário digita novamente o código correto, sem ônus para o eleitor.

Algumas seções acumulam filas em determinadas horas do dia. Na pressa de atender as pessoas de forma mais rápida, podem acontecer falhas. Se estiver na dúvida, peça ao mesário para checar seus dados e veja se as suas informações batem com aquelas na lista de votação.

Divulgação do presidente eleito deve ocorrer após as 20h

Devido a diferença de três horas, com o horário de verão, do Acre em relação a Brasília, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estima que a divulgação do nome do novo presidente da República, eleito hoje, deve atrasar cerca de meia hora. Com isso, o resultado final só será divulgado após as 20h, quando terminar a votação no território acreano.

Em todo o país, os locais de votação ficam abertos até às 17h (no horário local). Desta forma, quando os eleitores do Acre acabam de votar, já serão 20h nos estados que seguem o horário de Brasília.

O horário de verão 2014 teve início no último domingo, 19. Este ano, onze estados brasileiros tiveram que adiantar em uma hora dos relógios. A medida afeta bancos, programação da televisão e embarque e desembarque de voos. O final do horário de verão deverá ocorrer em 16 de fevereiro de 2015. O objetivo é proporcionar uma economia de energia nos horários de pico. (Foto: Odair Leal/ A GAZETA)

Assuntos desta notícia