Líder do governo na Aleac destaca trabalho da Justiça Eleitoral nas eleições deste ano

O líder do governo na Assembleia Legislativa (Aleac), deputado Astério Moreira (PEN), destacou durante sessão ordinária na manhã desta quarta-feira, 28, o trabalho desenvolvido pela Justiça Eleitoral, durante o primeiro e segundo turno, nas eleições de 2014.

“A Justiça Eleitoral está de parabéns. Durante todos esses meses de campanha observamos um trabalho isento e, sobretudo imparcial. Souberam conduzir com muita tranquilidade todo o processo. Tivemos uma campanha no primeiro e segundo turno tranquila, sem espetáculos midiáticos, com uma atuação sóbria, onde a Justiça Eleitoral soube tratar com muita maestria as questões pertinentes ao pleito”, pontuou.

O deputado elogiou ainda o trabalho desenvolvido pelo Ministério Público Eleitoral e Ministério Público do Estado. Segundo Astério, o sucesso do resultado nas eleições 2014 se deve também a parceria realizada entre os órgãos, que de acordo com ele, demonstrou maturidade.

“Tivemos uma eleição tranquila, sem qualquer incidente mais grave, devido ao sucesso desta parceria e da maturidade apresentada pelos órgãos. A qualidade na prestação deste serviço assegurou que a vontade soberana do povo fosse respeitada”, ressaltou.

Astério aproveitou o ensejo e parabenizou a governador Tião Viana (PT) por sua reeleição, conquistada no último domingo, 26. Ele frisou que este é o momento de olhar para o futuro. “Não é o momento de lamentar pelo o que não aconteceu. Temos que olhar para o futuro e enxergar o que está por vir. Temos que respeitar o resultado das urnas, o importante agora é o crescimento do nosso Estado”, comentou.

Ele acrescentou que espera que o Brasil volte a crescer economicamente e que a presidenta Dilma Rousseff (PT) possa, neste segundo mandato, fazer as reformas necessárias, entre elas, a reforma política.

“O desejo de todos nós é que nos próximos quatro anos o Brasil possa voltar crescer. Que seja feita a almejada reforma política, que é o cerne do combate à corrupção. Que a minha candidata eleita Dilma Rousseff tenha todas as condições de agir com extremo rigor, com mão de ferro no combate à corrupção”, frisou.

O parlamentar finalizou recriminando as ações preconceituosas ocorridas durante todo o processo eleitoral. Sem citar nomes, Astério disse que “não há mais espaço para se realizar uma campanha de ódio e preconceito”.

Segundo ele, qualquer forma de preconceito é abominável. “Nas redes sociais eu vi frases assim que me chocaram. Eu lamentei profundamente tudo isso ter acontecido nesta eleição. A minha posição jurídica nunca vai me dar o direito de ser uma pessoa odiosa ou preconceituosa”, disse o parlamentar acreano.

Assuntos desta notícia