Rio Branco só poderá vender 8 mil ingressos para jogo contra o Vasco

Dirigentes do Rio Branco reunidos com a promotora
Dirigentes do Rio Branco reunidos com a promotora

Em reunião com a Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor do Ministério Público do Acre (MP/AC), ficou definido que o Rio Branco só poderá vender até 8 mil ingressos para os jogos contra o Remo, pela Copa Verde, e Vasco, na Copa do Brasil. O encontro foi realizado esta semana, na Capital.

Segundo o gestor de futebol Carlinhos Farias, o encontro serviu para que o clube pudesse fazer uma espécie de prevenção para evitar equívocos na promoção dos jogos. No encontro, os dirigentes foram informados que a capacidade máxima de pessoas permitidas nos dois eventos será de 8 mil torcedores.

O gestor comentou que apesar da quantidade de público já ter sido limitada pelo laudo do Corpo de Bombeiros, não significa que o clube vai colocar o número máximo de ingressos à venda. A carga que será disponibilizada vai ser definida em reunião entre a direção.

O Rio Branco encara o Remo, pela partida de ida da primeira fase da Copa Verde, no domingo, 8, a partir das 16h30 (horário do Acre), no estádio Mangueirão, em Belém. O duelo de volta entre as duas equipes está marcado para o dia 22 de fevereiro, na Arena da Floresta.

A partida contra os vascaínos cariocas está confirmada para o dia 4 de março, às 20h (horário do Acre), na Arena da Floresta.

Preços definidos
A diretoria estrelada também já definiu os valores para as duas partidas em casa pelas competições nacionais. Contra o Remo, a inteira custa R$ 30 e a meia R$ 15. Diante do Vasco, o bilhete valerá R$ 90 (inteira) e R$ 45 (meia). (Com informações do Globo Esporte)

Assuntos desta notícia