Deputados devem definir presidência das comissões na sessão desta quinta

Ney Amorim garante que nomes deverão ser escolhidos dentro das próprias comissões
Ney Amorim garante que nomes deverão ser escolhidos dentro das próprias comissões

Os deputados estaduais retomam as atividades no plenário da Assembleia Legislativa (Aleac) nesta quinta-feira, 19, após um pequeno recesso de período carnavalesco. A expectativa é que na sessão de hoje sejam definidos os nomes dos presidentes e vice-presidentes das doze comissões permanentes existentes na Casa Legislativa.

Na última sessão, ocorrida na quinta-feira da semana passada, os deputados anunciaram os nomes dos titulares e suplentes que integrariam cada comissão.

De acordo com o presidente do parlamento estadual, deputado Ney Amorim (PT), a decisão de quem presidirá cada comissão ocorrerá dentro de cada pasta. “Serão os próprios membros das comissões que elegerão o presidente e o vice”, declarou.

O deputado da oposição Chagas Romão (PMDB), que já participou de comissões na legislatura passada como a COF e a CCJR, acredita que a oposição ficará apenas como membro. Isso porque a base governista tem maioria. Dos cinco membros de cada comissão, apenas dois são deputados oposicionistas.

“De todas as comissões das quais a oposição está fazendo parte, ela é minoria. Tem apenas dois membros. Se temos só dois na votação, nós perderemos. Geralmente o governo não abre mão para que a oposição detenha a presidência”, disse o parlamentar.

As presidências mais aguardadas são a da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que analisa a constitucionalidade das matérias que são apresentadas pelos parlamentares e oriundas do Executivo, bem como a da Comissão de Orçamento e Finanças (COF), responsável, entre outras coisas, pela análise e aprovação da Lei de Orçamento Anual.

Pelo regimento interno da Casa do Povo, o presidente, vice-presidente e membros da comissão deveriam ser definidos até 15 dias após a posse da nova legislatura. Porém, devido ao prazo final ter caído em feriado de Carnaval, a decisão foi adiada para a sessão desta quinta-feira. (Foto: Ascom Aleac)

Assuntos desta notícia