Pular para o conteúdo
Claudia Correia

A grandeza do perdão

Olá, tudo bem? Como vai você?

Hoje eu desejo, sinceramente, percorrer ao seu lado, um caminho difícil e, ao mesmo tempo, de extrema importância: o caminho do perdão.



– Poxa Claudia, sei não. Acredito que não é uma tarefa fácil, porque eu não consigo perdoar e nem sei se estou disposto(a) a isso.

Compreendo, mas antes vamos conversar um pouco acerca do assunto. Tudo bem?

Sabem meus amigos, estudos comprovam que quando tomamos a atitude de perdoar, de fazermos uso dessa grandeza de sentimento, muitos são os benefícios para o físico e para a mente.

Mas, por favor, antes mesmo destes estudos serem feitos e comprovados, a Bíblia e a religião já mostravam a importância do perdão, então, sejamos sensatos, honestos e “demos a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”.  A grandeza do ato de perdoar já era ensinado e mostrado o seu valor.

Olha só, ao perdoar nos livramos de um mal que vem nos afetando e prejudicando o nosso caminhar neste mundo.

A mágoa é como algo que nos interrompe, impede-nos de prosseguir, afinal, o corpo, a alma e o espírito adoecem, tudo em nós está sendo corroído. Tornamo-nos como um CD arranhado, furado, não vai para frente. Estamos sempre contando a mesma história ou pensando uma boa parte do tempo nela e, consequentemente, dando poder àquele que nos causou a dor.

Antes que você me repita que é difícil perdoar, eu vou reafirmar que é um caminho muito difícil a percorrer, no entanto, é a única forma de encontrarmos a paz em nosso interior, em nossa vida. Portanto, perdoar é para os fortes!

São muitos os conflitos e guerras que nos ferem profundamente, algumas vezes dentro da própria família, outras no trabalho, e, muitas vezes, com aqueles que acreditávamos serem nossos amigos, e até mesmo na sociedade e diferenças existentes nela. Daí, enchemo-nos de rancor, de raiva e mágoa, tentamos a todo custo retaliar, retribuir a altura, aumentando ainda mais o nosso sofrimento, pois o outro lado comemora, afinal, percebeu que conseguiu o que queria: atingir-te, interromper, mudar o seu foco, desestruturar-te emocionalmente.

– Sabe Claudia, eu sinto tanta dor! Dói meu peito, minhas costas, minha cabeça parece que vai explodir, tenho ânsia de vômito, muitas náuseas, eu não consigo nem sequer mudar o pensamento que me tortura relembrando tudo, aumentando ainda mais a minha raiva.

Olha só meu amigo, minha amiga, todos esses desconfortos citados vêm dos sentimentos negativos que estamos nutrindo dentro de nós.

Bem, se eu disser a você que nunca senti isso, eu seria uma grande mentirosa. No entanto, eu posso te afirmar uma coisa, só nos “curamos” de tudo isso quando nos dispomos a perdoar um pouquinho a cada dia.

Como assim um pouquinho a cada dia?

Sinceramente, eu sou bem realista, e tenho minhas dúvidas quando alguém se apresenta perdoando tudo de imediato, porque o perdão é um processo que precisa ser bem elaborado e resolvido dentro de nós, e isso leva certo tempo.

Diga-me uma coisa: está preparado(a) para encarar esse processo?

Se estiver, parabéns! Procurarei nesse momento te auxiliar no caminho que te levará à paz interior.

O que acha de conversar com alguém de confiança, contar tudo com detalhes, falar inclusive de sua raiva, mágoa, chorar, colocar para fora todo o mal que te fizeram?

Vamos! Esvazie-se! Decida se libertar dessa dor. Não queira mais vegetar. Anseie a vida.

Perdoar é buscar a paz. Então, percorra esse caminho.

Eu sei que os pensamentos insistirão, mas você pode dominá-los. Então, comece a pensar positivamente sobre si mesmo, e sobre o que você precisa fazer para dar continuidade a sua vida, a seus sonhos e projetos.

Outra coisa, para de ficar esperando uma transformação do outro, chega de criar expectativas, de cobrar, exigir aquilo que o outro não faz questão em te dar.

Para de ficar buscando culpados: pai, mãe, irmão, sociedade e etc.

Busque aquilo que você pode dar a você através do perdão que é: saúde física, mental e espiritual.

A sua alegria, sua paz, felicidade e conquistas afetarão a todos aqueles, ou aquele que te atingiu na alma, eles não mais terão poder sobre você, porque você conseguiu a grandeza de perdoá-los, deixando-os para trás e seguindo em frente, voando cada vez mais alto sobre eles, deixando o passado para trás, fortalecendo-se a cada vitória e contando uma nova história. Sim, mostrando a todos que o perdão, por mais difícil que seja, é o caminho a ser tomado, pois é transformador de vidas.

Portanto, o que regenera, reconstrói, modifica, liberta-nos da dor, recupera nossa alma e nos fortalece como pessoa é a “Grandeza do Perdão”.

Experimente e comece a escrever uma nova história da sua vida.

Um grande abraço!

Fica com Deus!

* Claudia Correia é Psicóloga
[email protected]
Facebook: Claudia Correia de Melo
Site: claudiacorreia.com.br

error: Conteúdo protegido!!!