Pular para o conteúdo

Governo entrega 365 novas casas na Cidade do Povo

Na entrega das casas, famílias agradeceram ao governador, prefeito, parlamentares e ao ministro Helder Barbalho. (Foto: Odair Leal/ A GAZETA)
Na entrega das casas, famílias agradeceram ao governador, prefeito, parlamentares e ao ministro Helder Barbalho. (Foto: Odair Leal/ A GAZETA)

“Moro há 10 anos na Cadeia Velha e passei por três ou quatro alagações, em que perdia bastante coisa em casa. Depois de dois anos que fiz meu cadastro, hoje, finalmente, estou recebendo a chave da minha casa na Cidade do Povo”, falou a diarista Gleiciane Oliveira, que foi uma das contempladas na entrega de 365 novas casas, através do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) da Cidade do Povo, nesta segunda-feira, 28.

Para a surpresa da diarista, a casa que ela ganhou estará totalmente mobiliada. “Nem nos meus melhores sonhos imaginei ter essa oportunidade. Nessa última alagação, a água atingiu o teto da minha casa. Perdi várias coisas, como colchão, por exemplo”, lembrou Gleiciane.



Participaram da cerimônia de entrega o ministro da Pesca e Agricultura, Helder Barbalho, governador Tião Viana, senador Jorge Viana, prefeito de Rio Branco, Marcos Alexandre, a superintendente da Caixa no Acre, Maria Claudia Sakai, deputados estaduais e federais, além de secretários estaduais.

A entrega desta segunda etapa contempla a mais de 1.400 pessoas. O empreendimento destinado a famílias com renda de até R$ 1,6 mil (Faixa I) recebeu investimento total de mais de R$ 152 milhões.

A Cidade do Povo tem o objetivo de dispor 3.348 novas unidades habitacionais totalmente gratuitas para moradores de áreas de risco, prioritariamente aos que foram atingidos pela enchente histórica deste ano.

O ministro Helder Barbalho, em nome da presidente Dilma, demonstrou o orgulho pelo formato do programa Minha Casa Minha Vida no Acre, que não se resume a casas, mas a escolas, unidade de saúde, praças especiais e todo um projeto de assistência social.

“Cada uma dessas famílias inicia hoje um novo capítulo de sua história. Tenho a honra de representar a presidente Dilma neste momento, que significa primeiramente a realização da casa própria, mas também o aquecimento econômico tão necessário nos dias de hoje”, disse.

“Já são neste governo, com todo o apoio da presidente Dilma, 12.074 casas entregues no Acre. O Governo Federal nos dando todo o apoio, o Governo do Estado fazendo um grande esforço pela infraestrutura, as empresas participando, a população mais vulnerável sendo beneficiada, e nós temos a meta de avançar para 10.518 somente aqui na Cidade do Povo”, disse o governador Tião Viana.

Já o senador Jorge Viana retratou a importância de um governo dedicado, principalmente, a dar dignidade a quem mais precisa. “Que outro presidente fez o que Lula e Dilma fizeram? Três milhões de pessoas não tinham moradia antes deste governo. É um governo que olha pelos que mais precisam. E o Tião, na batalha dele, na determinação dele, está dando um jeito de driblar essa crise”, ressaltou.

“Hoje aqui, nesta Cidade do Povo, encontramos pessoas que estavam nos abrigos da Prefeitura no começo deste ano. Porque nesta gestão tivemos as piores alagações dos rios do Acre”, disse o prefeito Marcus Alexandre. E completou: “Eu lembro isso, porque depois que passa parece que não foi difícil. Mas, nós tivemos que ter muito esforço e dedicação. Mas, hoje é só agradecimento à presidente Dilma, ao governador Tião Viana, por ajudar essas pessoas”, falou o prefeito.

“A prioridade no momento são as pessoas que foram atingidas pela alagação a partir da marca de 14,90 metros e que, em maioria, perderam tudo o que tinham. Honrando nosso compromisso, aos poucos, essas famílias estão sendo direcionadas para a Cidade do Povo e outros empreendimentos habitacionais”, explica Jamyl Asfury, gestor da Sehab.

Segundo Maria de Souza, outra contemplada com uma das casas, disse que já conhece a casa e que ela será perfeita para criar os filhos de 2 e 5 anos. “Espero poder oferecer uma infância sadia para meus filhos na nossa nova casa. Além das alagações minha preocupação sempre foi a questão da violência que é muito frequente onde moro”, afirmou a mais nova moradora da Cidade do Povo.

Desde o início do projeto, o Governo do Estado já entregou 2.282 moradias só na Cidade do Povo.  Até dezembro, está prevista a conclusão da primeira etapa do projeto, que prevê ao término a edificação de mais de 10 mil casas num bairro que dispõe de toda a infraestrutura necessária, voltada para a segurança, saúde, educação, esporte e lazer. O novo bairro de Rio Branco deve reunir cerca de 50 mil pessoas.

Realização de um sonho
Os bairros contemplados nesta entrega são Ayrton Senna, Baixa da Colina, Baixada do Habitasa, Capitão Ciríaco, Cidade Nova, Cadeia Velha, Preventório, Seis de Agosto, Triângulo Novo, Taquari e Adalberto Aragão. Todos residem em áreas de risco

Entre os novos moradores, estão Francisca Sotele, de 65 anos, e Valdimir Santos, 57, do bairro Preventório. Eles contam que a casa estava muito próxima de um barranco, com risco de, a qualquer momento, desmoronar e, consequentemente, perder todos os bens.

“Havia noites em que eu nem dormia pensando no que poderia acontecer com minha casa. Um dia, a equipe da Sehab passou realizando cadastro, e, algum tempo depois, entraram em contato comigo, falando que eu tinha sido escolhida pra ganhar uma casa na Cidade do Povo. Foi uma surpresa”, diz Francisca.

Durante a vistoria do novo lar, o casal não escondia a felicidade em construir uma nova vida, em um lugar digno e com segurança. “É tudo muito lindo. Já temos um filho morando aqui, e agora estaremos pertinho, vivendo em uma casa boa. É um sonho”, destaca Valdimir.

Localizado na BR-364, o empreendimento é composto em sua totalidade por 2.453 casas geminadas. Foram entregues 365 casas (97 pela CAIXA) com área privativa de 38,96m², divididos em 2 quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, com piso cerâmico em todos os ambientes. As unidades estão avaliadas em R$ 62 mil, sendo todas adaptáveis para pessoas com deficiência.

Atendendo às exigências de qualidade do PMCMV, o residencial é equipado com infraestrutura completa, pavimentação, redes de água, esgotamento sanitário, drenagem, energia elétrica e disponibilidade de acesso ao transporte público.

 Números do Minha Casa Minha Vida no Acre
O Programa já beneficiou mais de 9,4 milhões de pessoas, com a entrega de 2,36 milhões de moradias em todo o país. Já no Estado do Acre, foram entregues 6,09 mil unidades, beneficiando 24,36 mil pessoas. Em Rio Branco, o PMCMV beneficiou mais de 22.100 pessoas com a entrega de 5.540 unidades habitacionais.

error: Conteúdo protegido!!!