Polícia Civil cumpre 17 mandados e prende sete suspeitos de torturar e matar mulher no Acre

Nas primeiras horas deste sábado, dia 10 de abril, agentes de Polícia Civil da Delegacia-Geral de Senador Guiomard/AC, com apoio de agentes do Departamento de Polícia da Capital e do Interior (DPCI), realizaram o cumprimento de 9 mandados de busca e 8 mandados de prisão relacionados ao homicídio qualificado da senhora Silvanira Monteiro Silva, que foi morta e teve o corpo enterrado próximo a um açude no bairro Chico Paulo.

Policia Civil prendeu sete pessoas em Senador Guiomard (Foto: Ascom PC/AC)

O corpo foi encontrado no dia 5 de abril pela manhã após informações repassadas de agentes da Polícia Civil à PMAC.

Os mandados são de prisão temporária e uma das hipóteses investigadas dá conta que a vítima era moradora de Boca do Acre/AM e passava alguns dias na casa de parentes, no bairro Chico Paulo; por residir em região de outra facção rival após o fato ser descoberto foi torturada e morta com requintes de crueldade com decaptação e corpo carbonizado.

Foram presas na operação sete pessoas, drogas, telefones celulares, além de outros materiais que vão auxiliar no deslinde do feito.

Presos foram encaminhados à delegacia e, posteriormente, colocados à disposição da Justiça (Foto: Ascom PC/AC)

O delegado Felipe Martins destacou o empenho de toda a equipe que contou com o apoio do DPCI e disse que o trabalho continua visando solucionar este crime bárbaro, pedindo o apoio da população.

“Ninguém tem o direito de tirar a vida de ninguém, ainda mais dessa forma covarde e cruel. A ação foi exitosa graças ao empenho e dedicação de toda a equipe desta Delegacia-Geral, além do apoio do DPCI; Devo ressaltar também a participação do nosso Delegado Coordenador da Regional do Baixo Acre Carlos Bayma e do Delegado Paulo Henrique, ambos também participaram ativamente da investigação; aproveito a oportunidade e peço o apoio da população para que possa trazer informações desse e de qualquer outro crime que a Polícia Civil vai cumprir com sua missão constitucional de investigar e colocar os malfeitores à disposição da justiça”, ressaltou o delegado Felipe.

Polícia diz que o crime foi praticado com requintes de crueldade (Foto: Ascom PC/AC)

Ainda de acordo com o delegado, a investigação deve continuar no sentido colher elementos comprobatórios dos crimes que irão subsidiar o inquérito policial investigativo.

Os presos foram encaminhados à delegacia para procedimento de praxe e, em seguida, colocados à disposição da justiça. (Ascom/Polícia Civil)

Assuntos desta notícia