Pular para o conteúdo
em Rio branco

Rio Branco vacina público a partir de 17 anos, nesta quinta-feira

Quem tem 17 anos ou mais já pode tomar a 1ª dose da vacina. Também serão aplicadas segundas doses para os adultos que tomaram o imunizante Pfizer, nos meses de maio e junho

Quem tem 17 anos ou mais já poderá tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira, 5, em sete pontos de imunização disponibilizados pela Prefeitura de Rio Branco. Nesta quinta, também serão aplicadas segundas doses para quem recebeu o imunizante Pfizer, nos meses de maio e junho.

A Comissão Intergestores Bipartite (Cib), composta por todas as secretarias municipais do Estado do Acre, decidiu por unanimidade, na manhã desta quarta-feira, 4, que os municípios acreanos podem avaliar e decidir quanto à vacinação do público adolescente, somente com a aplicação da vacina Pfizer. Desta forma, a gestão da Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco decidiu baixar a idade do público-alvo para 17 anos.

Portanto, quem tem 17 anos ou mais pode procurar os seguintes pontos de imunização – das 8h às 16h – acompanhado do responsável e munido de documento oficial com foto ou cartão do Sistema Único de Saúde:

Primeira e segunda dose

  • Urap Hidalgo de Lima
  • Urap Rosângela Pimentel
  • Urap Maria Barroso
  • Urap Vila Ivonete
  • Urap Roney Meirelles
  • Urap Claudia Vitorino
  • Urap Eduardo Assmar

Pontos que aplicarão apenas segunda dose

  • Drive thru – em frente ao 7º BEC
  • Urap São Francisco
  • Urap Bacurau
  • Urap Valdeiza Valdez
  • Policlinica Barral Y Barral

Avanço da vacinação na Capital

A Capital acreana já alcançou mais de 70% do público-alvo estabelecido pelo Ministério da Saúde, mas embora cerca de 30% deste público com idade acima de 18 anos ainda precise ser vacinado, a prefeitura decidiu baixar a faixa etária de vacinação para 17 anos.

Paralelo à vacinação do público de 12 a 17 anos, que inicia nesta quinta-feira, 5, e deve imunizar cerca de 48 mil adolescentes, a gestão municipal realiza a chamada ‘busca ativa’ para identificar pessoas que ainda não receberam a primeira dose.

“Nós temos já duas equipes fazendo zona rural, porque nós temos 45 mil pessoas morando na zona rural e muitas delas que não tomaram vacina As nossas equipes estão indo nos ramais para fazer a vacinação. Disparamos para as nossas unidades de saúde para que os nossos agentes de saúde possam identificar quem não tomou a vacina para tomar”, explicou Frank Lima.

Leia também: Recusa e escolha de vacinas contra a Covid-19 ainda é desafio para avanço da imunização no Acre