Pular para o conteúdo
Vacina contra Covid

Sesacre aplicará doses de fabricantes diferentes em pessoas que tiveram ‘efeitos graves’

Recomendação dos MPs foi expedida no último dia 5 de agosto e ressalta que há estudos científicos positivos sobre a intercambialidade de vacinas

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) decidiu acatar a recomendação dos Ministérios Públicos Federal e Estadual e irá aplicar doses de vacinas de fabricantes diferentes em pessoas que apresentaram efeitos adversos graves, após tomarem a vacina contra Covid-19 no Acre.

A recomendação foi expedida no último dia 5 de agosto e ressalta que há estudos científicos positivos existentes sobre a troca vacinal, além disso, o documento ressalta a morosidade do Ministério da Saúde em emitir orientação sobre o assunto em relação às pessoas que apresentaram eventos adversos pós-vacinais, quando tomada a 1ª dose de vacina e as recomendações das sociedades médicas brasileiras e estrangeiras sobre o assunto.

Desta forma, o Comitê Técnico Estadual de Investigação de Eventos Adversos Pós-vacinação contra Covid-19 analisou a pauta e decidiu pela aplicação de segundas doses dos imunizantes de fabricantes diferentes nestes casos, com a avaliação médica dos especialistas do Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (Crie/AC).

De acordo com Renata Quiles, chefe do Programa Nacional de Imunização (PNI) no Acre, a  Secretaria de Saúde sempre foi favorável a esta conduta, no entanto, aguardava autorização.

“Esses casos [com os chamados efeitos adversos graves] são automaticamente acompanhados pelo CRIE. Agora, a conduta médica será tomada no sentido de ajustar o esquema. Sempre fomos favoráveis a essa conduta, só precisávamos de uma autorização”, explicou Quiles.

Segurança das vacinas

Cada pessoa reage de forma diferente às vacinas, e não é possível prever qual terá mais ou menos efeito, pois a resposta inflamatória  do corpo faz parte da construção da imunidade e não requer nenhuma preocupação. Muitas pessoas ainda possuem receio de sentir alguma reação, no entanto, os efeitos graves são raros e, segundo a Sesacre, dizem respeito apenas a casos em que as pessoas precisam ficar internadas por mais de 24 horas.
O médico infectologista Eduardo Farias destaca que “algumas pessoas tem reações muito brandas que duram de um a dois dias, porque às vezes as pessoas reagem ao componente da vacina ou até o inócuo pode causar um leve mal estar, uma sensação como se fosse gripar. Muita gente que não teve isso na primeira dose pode nem ter na segunda”, disse.
O médico ressalta que as vacinas já foram aplicadas em todo o mundo e há indicadores claros que comprovam que as vacinas contra a Covid-19 protegem as pessoas de efeitos graves da Covid-19, portanto, não é necessário ter medo de se vacinar.
“Essas vacinas já atingiram milhões de pessoas no mundo todo e você não tem nenhuma catástrofe anunciada, e nem nenhum tipo de denúncia dizendo que aconteceu algum tipo de tragédia, então são milhões de pessoas vacinadas em várias partes do mundo sem que a gente tenha nenhum efeito maior que causasse suspeitas pelas autoridades de saúde. Ao contrário, nós temos indicadores bem claros de que quem toma a vacina realmente se protege”, concluiu.

Entenda: MP recomenda à Sesacre aplicação da 2ª dose da vacina de fabricante diferente da primeira dose