Pular para o conteúdo
sem saída

Moradores de Bujari pedem socorro por péssimas condições dos ramais Espinhara, Antimary e Abib Cury

Nesta segunda-feira, 20, a Associação de Moradores do Ramal Abid Cury chegou a acionar o Ministério Público do Acre para pedir apoio à demanda

Trafegabilidade nos ramais fica impossível no período chuvoso (Foto cedida)

Com a iminente chegada do período de chuvas no Acre, moradores dos ramais Espinhara, Antimary e Abib Cury, no município de Bujari, pedem socorro para a recuperação dos ramais que estão em péssimas condições de trafegabilidade.

Segundo os moradores, cerca de 100 pessoas são afetadas nas regiões e, além de sofrerem com a dificuldade de tráfego, seja a pé ou com veículos, idosos e crianças são os mais afetados, pois em caso de emergência, não há como sair destes locais. Além disso, a maioria dos produtores vivem do que produzem em suas próprias terras, como farinha, arroz e macaxeira, e encontram dificuldades para escoar a produção.

Nesta segunda-feira, 20, a Associação de Moradores do Ramal Abid Cury chegou a acionar o Ministério Público do Acre, por meio da Promotoria de Justiça Cumulativa de Bujari, para pedir apoio à demanda. De acordo com o vereador Jairo Pinheiro (MDB), foram várias promessas de melhorias, mas até o momento, nada foi feito.

“O próprio prefeito [Padeiro] foi em uma reunião cerca de 40 dias atrás e os garantiu a recuperação do ramal”, relata Pinheiro.

Uma nova reunião deve ser realizada entre os moradores e representantes da prefeitura nesta terça-feira, 21. A reportagem não conseguiu contato com a prefeitura do município para saber quais providências serão tomadas.