Pular para o conteúdo
combate a pandemia

Mega Vacinação, Mutirão nos supermercados e UBS: Veja onde se imunizar contra a covid-19 neste sábado

Até o momento, o Acre já aplicou 960.174 doses de vacinas contra a Covid-19, segundo dados do Ministério da Saúde (MS).

A partir deste sábado, 20, quem completou o esquema vacinal contra a covid-19 há, pelo menos cinco meses, poderá tomar a dose de reforço na capital acreana. A prefeitura de Rio Branco promove um mutirão nos supermercados enquanto continua a oferta de vacinas nas Unidades Básicas de Saúde. Paralelo a isso, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), realizará, em frente ao Palácio Rio Branco, um mutirão de vacinação.

Em todas as ações, é necessário que os interessados apresentem documento oficial com foto e cartão do Sistema Único de Saúde. Menores de idade devem estar acompanhados de um dos pais ou responsável.

Veja abaixo os pontos disponibilizados pela prefeitura:

Mega vacinação

Denominada “Mega Vacinação”, a ação será das 8h às 22h. A ação foi organizada de forma a atender quatro grupos que, de acordo com a coordenação do Programa Nacional de Imunização, são:

Atrasadinhos: acima de 12 anos de idade até 120 anos para receber a l° dose;

Proteção pela Metade: acima de 12 anos de idade até 120 anos para receber a 2° dose;

Preciso me cuidar: pessoas acima de 12 anos com alto grau de imunossupressão; após 28 dias da 2ª dose para receber sua dose adicional.

Reforcando meu compromisso: acima de 18 anos de idade até 120 anos com mais de 5 meses da última dose para receber a dose de reforço.

Estarão disponíveis vacinas dos laboratórios da Pfizer, Fiocruz/Astrazeneca e Butantan/Coronavac.

Como será a oferta da terceira dose?

Até então, a dose de reforço estava indicada apenas para maiores de 60 anos, pessoas imunossuprimidas e profissionais de saúde. Diferente da estratégia já conhecida pela população, agora, não haverá divulgação por faixa etária para a tomar a dose adicional.

O ministério da Saúde orienta que a pessoa tome um imunizante diferente do usado no esquema vacinal, exceto quem tomou a vacina Janssen, neste caso, deverá ser aplicado o mesmo imunizante no intervalo de dois meses entre a primeira e segunda dose.

“É preferencial que a dose adicional seja com uma vacina diferente. No Brasil usamos a Pfizer, mas em um eventual desabastecimento pode ser usada outra plataforma. Quem tomou a Janssen completará o esquema vacinal. Embora seja de dose única, compete a nós [Ministério da Saúde] as definições. A pessoa tomará duas doses, em um intervalo de dois meses”, explicou Queiroga.

Avanço da vacinação

Até o momento, o Acre já aplicou 960.174 doses de vacinas contra a Covid-19, segundo dados do Ministério da Saúde (MS). São 557.636 primeiras doses e outras 402.538 segundas doses ou vacinas de aplicação única e a quantidade de pessoas vacinadas segue aumentando a cada dia com a imunização sendo ofertada amplamente para o público geral, com idade a partir de 12 anos e, agora, a ampliação do público que receberá a dose de reforço.

No último dia 14 de novembro, o governador do Acre Gladson Cameli anunciou que, no dia 12 deste mês, a Pfizer enviou à Anvisa, um pedido de autorização de vacinação em crianças entre 5 e 11 anos contra Covid-19 e enfatizou que a autorização para a vacina pode levar até 30 dias em todo Brasil, mas no Acre o governo já se adiantou.

“Nós já tomamos uma decisão: queremos que todos os alunos da rede estadual voltem para as aulas vacinados contra a Covid-19 o mais cedo possível. Por isso, já determinei às secretarias de Saúde e Educação que façam os estudos e planejamentos para que todas as nossas crianças de 05 a 11 anos, assim como os adolescentes tomem a vacina da Pfizer e fiquem protegidos”, disse Cameli.

Leia também: Passaporte de vacinação para entrada em locais de uso coletivo será obrigatório no Acre