Pular para o conteúdo
pandemia

Governo altera Protocolo Sanitário Escolar de retorno às aulas

Decreto publicado nesta segunda-feira, 20, trás uma série de medidas a serem adotadas no ambiente escolar, como a exigência de distanciamento mínimo de um metro entre pessoas em todos os ambientes

O governo do Acre divulgou na edição desta segunda-feira, 20, do Diário Oficial do Estado (DOE), o decreto que altera o Protocolo Sanitário Escolar para o retorno às aulas nas instituições públicas e privadas de ensino, em decorrência do enfrentamento à covid-19.

O texto trás uma série de medidas a serem adotadas no ambiente escolar, como a exigência de distanciamento mínimo de um metro entre pessoas em todos os ambientes de atividade do estabelecimento, com exceção dos profissionais que atuam diretamente com crianças de creche e pré-escola, além da lavagem das mãos com frequencia, pelos alunos, com água e sabão principalmente ao chegar e após o encerramento da aula, antes e após o manuseio de materiais e livros, ao entrar e sair da biblioteca, antes e após as refeições, após o uso do sanitário.

O decreto também reforça que o professor(a)/mediador(a)/Educador(a)/Auxiliar/assistente educacional deve monitorar e observar a necessidade de realizar a higienização das mãos dos alunos com álcool em gel 70% após tossir, espirrar, usar o banheiro, tocar em dinheiro, manusear alimentos cozidos, prontos ou
in natura, manusear lixo ou objetos de trabalho compartilhados, tocar em superfícies de uso comum, e antes e após a colocação da máscara.

Veja o decreto com todas as medidas aqui.