Pular para o conteúdo
peculato

Policial civil e gestor público são indiciados por desvio de combustível, no Acre

Operação “Volta ao Mundo” foi deflagrada pela Polícia Civil em outubro e investigou ex-funcionários pelo desvio de quase 35 mil litros de combustíveis

Um gestor público e um policial civil foram indiciados por peculato, pela própria Polícia Civil, nesta quarta-feira,12. O inquérito foi encaminhado para o Ministério Público do Acre (MP-AC) e indiciados vão responder ao processo em liberdade.

Os ex-servidores foram investigados pela Operação Volta ao Mundo, deflagrada em outubro de 2021. Na época, dois mandados de busca e apreensão e dois de sequestro de bem foram realizados, além do bloqueio judicial de quase R$163 mil mantidos em contas bancárias dos alvos da investigação. Em auditoria realizada no exercício de 2018, foi constatado que os alvos foram responsáveis pelo desvio de quase 35 mil litros de combustíveis.

A Operação tem o intuito de apreender documentos, aparelhos telefônicos e documentos, que comprovem a existência de um esquema montado no setor de transportes da Polícia Civil do Estado do Acre para desviar combustíveis, através da fraude de cartões de abastecimentos.

Leia mais em: Polícia Civil investiga desvio de 35 mil litros de combustível do setor de transporte do órgão