Brasil entrará em 2010 “numa situação confortável”, diz Lula

confortavel
O presidente Lula afirmou nesta segunda-feira (28) que o país entrará em 2010 “numa situação confortável”.

“Primeiro, porque a economia está crescendo; segundo, porque a massa salarial está crescendo; terceiro, porque a geração de empregos, ou seja, novos postos de trabalho com carteira profissional assinada, está [sic] crescendo, porque nós aumentamos o salário mínimo mais uma vez acima da inflação; quarto, nós temos um programa de investimento em infraestrutura consolidado no PAC, no Minha Casa, Minha Vida, no pré-sal”, afirmou o petista durante seu programa semanal de rádio, o Café com o Presidente.

Ele ainda destacou o “vigor” da economia brasileira diante da crise mundial, que atingiu de maneira mais intensa economias centrais, como a dos Estados Unidos. De acordo com Lula, 2009 “foi um ano em que o Brasil mostrou competência”. “Nós preparamos o Brasil bem para 2010.”

Declarando-se “mais otimista do que qualquer cidadão brasileiro”, Lula também pediu que a população continue consumindo, “mas sem se endividar demais”. “O Brasil, daqui para a frente, vai continuar crescendo porque nós queremos, nos próximos anos, nos transformar, quem sabe, na sexta, na quinta, na quarta economia do mundo.” (Congresso em foco)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation