Flaviano Melo desmente que tenha procurado o PT

Fla2009
O deputado federal, Flaviano Melo (PMDB-AC), desmentiu qualquer aproximação com o PT para as eleições de 2010, como tem sido divulgado nos últimos dias. Ele conversou, ontem, com A GAZETA, por telefone do Rio de Janeiro, onde passa as festas de final do ano com familiares. “Um jornalista de Rio Branco me perguntou se eu conversaria com o PT e respondi que sim, porque eu sou um democrata e o diálogo é essencial no processo. Além disso, conversar não ofende. Mas não procurei ninguém do PT e nem fui procurado”, afirmou o parlamentar.

Outra questão que foi colocada pelo peemedebista são as tradicionais diferenças históricas entre o seu partido e o PT no Acre. “Todo mundo sabe que ideologicamente sempre estivemos em campos diferentes. Mas o que pode acontecer é que haja uma aliança a nível nacional entre o PT e o PMDB e que nós sejamos pressionados a fazer o mesmo no Acre. No entanto, não acredito que isso aconteça. Mas também não tenho nenhuma restrição a dialogar com as forças políticas acreanas sejam quais forem. Isso tudo faz parte da democracia”, garantiu.     

Para o ex-governador do Acre, principal liderança peemedebista, os esforços continuam para montar uma chapa única de oposição para concorrer ao Governo do Estado e às vagas do Senado. “Tenho conversado com o PSDB para ver se convencemos os seus membros para termos candidaturas fortes com chances reais de vitória para 2010. Mas tenho que confessar que as pessoas não parecem muito animadas. Tem alguns partidos de oposição que não aceitaram a proposta. Acho que é a hora de todos terem juízo para que a oposição possa ter um bom desempenho nas próximas eleições”, disse Flaviano.

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation