Pular para o conteúdo

CEF aumenta em mais de oito vezes o crédito para turismo no Acre

turismo

A Caixa Econômica Federal investiu, no ano de 2009, R$ 2,97 bilhões em crédito para empresas de turismo, o que representa um crescimento de 105% em relação ao valor aplicado em 2008, que chegou a R$ 1,45 billhão. O resultado coloca a Caixa como destaque entre as instituições financeiras que apoiam o setor.

No Acre, no ano de 2009 foram investidos R$ 5,7 milhões, num crescimento de 851% em relação ao valor aplicado em 2008, de R$ 602 mil.

O desempenho é fruto de um trabalho iniciado em 2003, quando a Caixa definiu a cadeia produtiva do turismo como um de seus nichos estratégicos. Com isso, o banco identificou as peculiaridades e necessidades do setor e desenvolveu produtos específicos, como o Investgiro Proger Turismo, o Credfrota, o Convênio Cartão Turismo e o Fungetur.

No ano passado, após a divulgação da estratégia de atendimento às micros e pequenas empresas do segmento turístico, que têm representatividade de cerca de 97% da cadeia produtiva, a Caixa ampliou seu portfólio de produtos, com o lançamento do FAT Giro Setorial. A atuação da Caixa, realizada em parceria com o Ministério do Turismo, se consolidou com o patrocínio do Salão do Turismo, realizado no mês de julho, em São Paulo, e considerado o maior da América Latina.

Segundo o superintendente nacional de Micro e Pequena Empresa da Caixa, Zaqueu Soares Ribeiro, “2009 foi o ano do turismo na Caixa. O crescimento de 105% no crédito contratado com pessoas jurídicas foi possível porque a Caixa vem respondendo às necessidades do setor”.

Sobre 2010, o superintendente diz que “a expectativa é de que o ano seja ainda melhor, considerando que as empresas do setor começarão a se preparar para receber os turistas que vêm assistir à Copa do Mundo de 2014 e às Olimpíadas de 2016. Com isso, esperamos expandir nossas contratações no Fungetur e FAT Giro Setorial, duas linhas de crédito em que a Caixa atua como agente financeiro exclusivo, aumentando nosso apoio ao setor”.

(Ascom/CEF)