Pular para o conteúdo

Nota de Esclarecimento

A Secretaria de Estado de Saúde esclarece que até o mês de novembro/2009, a oferta de ações de pronto atendimento e atenção às grandes urgências e emergências eram concentradas no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco – HUERB, que realizava entre 700 e 800 atendimentos por dia.

A partir do mês de dezembro/2009 o pronto-atendimento foi descentralizado com o funcionamento das UPAs do 2º distrito e Tucumã, ficando o HUERB com o tratamento exclusivo das grandes emergências clínicas e cirúrgicas, incluindo o trauma. Estas unidades, juntas, atendem, hoje, pelo menos 1.000 pacientes/dia. Um incremento de 25% no número de atendimentos.

Nos primeiros quinze dias do mês de janeiro/2010, houve maior procura por pronto-atendimentos motivados pelo aumento do número de pessoas com sintomas de dengue e síndrome gripal. Com base nesta constatação, a Secretaria de Estado de Saúde já está providenciando o reforço nas escalas dos profissionais destas unidades com o objetivo de atender ao aumento da demanda.

Mas, lembramos que o fato de ter atendimento de urgência não deve descaracterizar o serviço nos postos de saúde do município. As pessoas com sintomas de dengue devem procurar prioritariamente os postos de saúde, ficando nas UPAs os casos de urgência, ou seja, aqueles que chegam aos postos de saúde com maior gravidade devem ser encaminhados para as Unidades de Pronto Atendimento do 2º distrito e Tucumã.

Com relação à solicitação do Ministério da Saúde para que os governos estaduais enviem voluntários para o Haiti, nosso posicionamento é de ajudar com técnicos e enfermeiros. No caso de médicos, isso não será possível tendo em vista nossa necessidade de reforçar as unidades hospitalares do Estado.

Lúcia Carlos
Sub-Secretária de Saúde