Pular para o conteúdo
Luísa Lessa
Luísa Galvão Lessa Karlberg é pós-doutora em Lexicologia e Lexicografia pela Université de Montréal, Canadá; doutora em Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); membro da Academia Brasileira de Filologia; presidente da Academia Acreana de Letras; membro perene da IWA. Email: [email protected]

A importância da língua portuguesa no mundo globalizado

Luísa Galvão Lessa

É considerável o número de países, no planeta terra, que formam a Comunidade de Países de Língua Portuguesa. Além das comunidades de Macau (China) e Goa (Índia), são os seguintes oito países falantes do português no mundo: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçam-bique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Com isso, a Língua Portuguesa é um dos mais importantes idiomas do mundo. Possui mais de 230 milhões de falantes, o que faz dessa língua a terceira mais falada no universo lingüístico ocidental, ficando atrás apenas do Inglês e do Espanhol. É importante veículo de comunicação para os povos que integram a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, dentre os quais o Brasil aparece como a nação mais importante, na sua ascensão, considerando o elevado número de falantes e sua projeção mundial.

Então, ao contrário dos que muitos imaginavam, esse novo milênio não é bilíngüe – língua nacional mais o Inglês – mas multilíngüe. Pois a famosa globalização não ocorreu, apenas, em torno dos Estados Unidos – que se intitula a superpotência do planeta – mas, também, em torno de grupos econômicos diferentes, sejam regionais ou continentais, como é o caso do Bloco Econômico da América do Sul e a União dos Países Europeus e até mesmo os blocos culturais e lingüísticos como o da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa e o da Comunidade dos Países de Língua Francesa.

Nesse cenário é importante valorizar e defender a nossa língua pátria. Afinal preservá-la denota muito mais do que somente zelar pelo falar de um povo, significa defender o que há de mais precioso nessa bela nação: a identidade do povo, os costumes, a história e, até mesmo, o futuro promissor que se tem.

A língua camoniana é, hoje, o traço principal da união entre Brasil, Portugal e outros países falantes da Língua Portuguesa. A língua de Camões se tornou, de forma intensa, um elemento característico da nação brasileira e veículo de comunicação de uma das mais ferventes e genuínas culturas do mundo atual.

Diante de tal cenário não se deve cair na ilusão de que o Mundo Virtual seja um suposto império da Língua Inglesa. O seu uso, no mundo de hoje, não substitui, de forma nenhuma, a função essencial e primordial de fortes línguas nacionais, como é o caso da rica Língua Portuguesa.

Conclui-se o artigo, sobre a Língua Portuguesa, dizendo que toda a construção da espécie humana, se justifica na linguagem. Assim, para cada pessoa, a linguagem é o seu ninho, seu aconchego, seu porto seguro. Defender a língua pátria, este espaço social sagrado e abençoado, é dever, é honra e mérito. Políticas de ensino da Língua Portuguesa, nos países lusófonos e no mundo, devem ser implementadas e estimuladas. E, na pátria brasileira, grande incentivo deve ser dado ao bom domínio do idioma nacional.

DICAS DE GRAMÁTICA

O QUE É TAUTOLOGIA?
– Tautologia é o termo usado para definir um dos vícios de linguagem. Consiste na repetição de um mesmo conceito ou ideia, de maneira viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido. O exemplo clássico é o famoso ‘subir para cima’ ou o ‘descer para baixo’.

– As repetições tautológicas são dispensáveis. Por exemplo, ‘surpresa inesperada’. Existe alguma surpresa esperada? É óbvio que não. Deve-se evitar o uso das repetições desnecessárias. O falante deve ficar atento às expressões que utiliza no dia-a-dia. Alguns exemplos, na lista abaixo, podem ser evitados:

– elo de ligação
– acabamento final
– certeza absoluta
– quantia exata
– nos dias 8, 9 e 10, inclusive
– expressamente proibido
– em duas metades iguais
– sintomas indicativos
– há anos atrás
– vereador da cidade
– outra alternativa
– detalhes minuciosos
– a razão é porque
– superávit positivo
– todos foram unânimes
– conviver junto
– fato real.
– encarar de frente
– multidão de pessoas
– amanhecer o dia
– criação nova
– retornar de novo
– empréstimo temporário
– surpresa inesperada
– escolha opcional
– planejar antecipadamente
– abertura inaugural
– continua a permanecer
– a última versão definitiva
– possivelmente poderá ocorrer
– comparecer em pessoa
– gritar bem alto
– propriedade característica

Luísa Galvão Lessa – É Pós-Doutora em Lexicologia e Lexicografia pela Université de Montreal, Canadá; Doutora em Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Rio de Janeiro; Mestra em Letras pela Universidade Federal Fluminense; Membro da Academia Brasileira de Filologia; Membro da Academia Acreana de Letras.